quinta-feira, dezembro 31, 2009

Bom Ano de 2010

A todos os que passam por este estaminé, desejos de que o ano velho termine da melhor forma e que 2010 vos traga tudo o que desejam.

terça-feira, dezembro 29, 2009

De barrete em barrete

Freddy Adu foi dispensado do Belenenses, há semelhança do que já havia sucedido com Felipe Bastos. Este facto não surpreende, pois basta analisarmos o seu percurso na Europa para percebermos que estamos em presença de um jogador de fraquíssima qualidade. Este foi só mais um dos barretes que temos enfiado ao longo dos anos e que por sinal até foi bastante caro: cerca de 4 milhões de euros. O meu receio é que nesta nova fornada que está a chegar, tenhamos mais alguns cromos do mesmo calibre. Oxalá me engane, mas por aquilo que os vídeos nos mostram, e habitualmente mostram-nos o best of dos jogadores, cheira-me que o Kardec vai ser uma daquelas apostas que nos vai sair cara. Tal qual o americano.

As contratações de Janeiro

Até ao momento estão confirmadas duas contratações no Benfica: um trinco e um avançado. O primeiro para rivalizar com Javi Garcia, e o segundo para se juntar ao enorme leque de avançados que o plantel possui. Mais estão para chegar. Fala-se num ala e há ainda a possibilidade da chegada de mais um lateral esquerdo. Não discuto a pertinência das contratações, mas causa-me alguma estranheza o facto de estarmos continuamente a apostar no mercado sul-americano, como se o mercado europeu não tivesse jogadores que nos interessassem. Em Portugal, por exemplo, existe um jogador que aqui tenho referenciado amiúde e que, estou certo, seria uma mais-valia para o nosso plantel. Refiro-me concretamente a Ruben Micael e não me canso de repeti-lo. Custa-me que um jogador com esta qualidade não mereça a atenção dos responsáveis encarnados e custar-me-á ainda mais no dia em que um dos nossos rivais o venha a contratar. Quanto aos já contratados, só espero que sejam jogadores que venham acrescentar qualidade ao plantel e não apenas fazer número como tantas vezes tem sucedido.

segunda-feira, dezembro 28, 2009

Onde é que está a coerência?

Todos devem estar lembrados das críticas de José Eduardo Bettencourt à forma como o Benfica gastava dinheiro em aquisição de jogadores. De repente, eis que o presidente leonino dá uma volta de 180º e muda radicalmente de opinião. Ao discurso miserabilista "não temos dinheiro", sucede o "vamos gastar o que tivermos que gastar para reforçarmos a equipa". Não sei o que fez mudar a opinião de Bettencourt, nem sequer estou interessado em saber, mas não deixo de registar a incoerência da actual estratégia. É mais um exemplo de que no futebol português continua a imperar a velha máxima: "o que é verdade hoje, amanhã é mentira".

Caso inédito

Quatro jogos consecutivos fora de casa, dois para a Taça da Liga e dois para a Liga Sagres, é o que espera o Benfica nos próximos tempos. Estou em crer que isto é caso único no futebol português, pois não me lembro de alguma vez isto ter acontecido. Uma empreitada destas vai exigir dos nossos jogadores uma grande força mental e façamos votos para que eles estejam à altura do desafio, até porque estes jogos poderão ter uma importância decisiva no futuro da equipa nas duas competições (na Taça da Liga terão com certeza).

Eder Luis, novo reforço para o Benfica

Segundo o Record, este brasileiro apresta-se para ser o novo reforço encarando. A ver vamos.

domingo, dezembro 27, 2009

Natal sem futebol, não é Natal não é nada.

O Boxing Day devia ser adoptado em Portugal. A quadra natalícia ganhava logo outro fulgor. Como bem diz o Lineker: "O Boxing Day dá-nos a oportunidade de sair de casa, farto de aguentar as sogras e conversas sem interesse, tomar umas cervejas com os amigos e ver futebol. O paraíso deve ser uma coisa assim!". Quantos mais não pensarão como ele. Eu sou um deles.

quinta-feira, dezembro 24, 2009

Ainda o caso Hulk e Sapunaru

Imaginemos por um instante que a CD da Liga vai acabar por punir os jogadores do F.C. Porto envolvidos na agressão ao segurança no túnel da Luz. O que é que acontece depois? Os portistas recorrem para o Conselho de Justiça da FPF que, vá-se lá saber como e porquê, acaba sempre por contrariar as decisões da CD da Liga nas questões em que o F.C. Porto está envolvido. Desde há décadas que é assim. Obviamente que o mesmo irá suceder no caso em análise. É só esperar e ver.

quarta-feira, dezembro 23, 2009

A eventual suspensão de Hulk e Sapunaru

"Três meses a um ano e meio de suspensão é o quadro mínimo penal que aguarda Hulk e Sapunaru, expulsos na sequência de incidentes no túnel de acesso aos balneários do Estádio da Luz, por suposta agressão a um segurança, no final do clássico Benfica-FC Porto do último domingo, da 14.ª jornada da Liga. E para se enquadrarem nesta moldura penal, os dois "dragões" terão de provar atenuantes relevantes e significativas para o acto de violência, caso contrário as balizas dos castigos crescem e situam-se entre os seis meses e os três anos. A decisão está nas mãos da comissão disciplinar (CD) da Liga, que nesta terça-feira abriu um processo disciplinar aos dois futebolistas e que não está condicionada por nenhum prazo para a decisão final".

Comentário - Mas alguém acredita que Hulk (especialmente este) e Sapunaru vão cumprir uma pena destas ou coisa parecida? Só por cima do cadáver de Pinto da Costa. Além do mais, em Portugal, estamos fartinhos de saber que a lei só se aplica aos desgraçados. Já os poderosos, esses, passam sempre incólumes por entre os pingos da chuva. Vai-se a ver e vão chegar à conclusão que tudo foi provocado pelo segurança e que os rapazes do FCP apenas se limitaram a responder a uma provocação. Aliás, o próprio CD da Liga já arranjou uma escapatória para a situação ao abrir um processo disciplinar ao Benfica por permitir que o segurança estivesse num local (túnel) onde, de acordo com os regulamentos, não poderia estar. Uma coisa é certa: vamos assistir a mais uma daquelas palhaçadas em que o futebol português é fértil, que vai provocar um chorrilho de opiniões na comunicação social, e seguramente com o baixo nível habitual.

A troca de Di Maria por Nani

LFV fez bem em rejeitar a proposta do Man. United para a compra de Di Maria. Não só porque as contrapartidas são insuficientes (10 milhões mais Nani) mas sobretudo porque não faz nenhum sentido vender nesta altura uma das pérolas do plantel, quando temos por objectivo ser campeões esta época. Claro que a chegada de Nani seria bem-vinda, porque se trata de um jogador de eleição, mas não nestas condições. Talvez, quem sabe, para a próxima época, embora eu não acredite que o próprio Nani esteja interessado em regressar tão cedo ao futebol português.

terça-feira, dezembro 22, 2009

Tenho dúvidas que seja uma boa aposta

Deve andar por aí muito benfiquista desgostoso com a ida de João Pereira para o Sporting. Eu não sou um deles. Efectivamente o ex-bracarense fez duas boas épocas no Sp. Braga, mas ainda lhe falta provar se consegue ter o mesmo rendimento jogando numa equipa grande. Sinceramente tenho dúvidas que ele venha a singrar em Alvalade. É verdade que estamos em presença de um jogador que sabe atacar, mas a um defesa aquilo que se pede em primeiro lugar é que saiba defender e esse é um aspecto em que ele tem evidentes lacunas. Além disso tem uma baixa estatura que em nada o favorece, sobretudo quando sabemos que grande parte dos golos sofridos resultam de lances de bola parada. Mas nada melhor do que esperar pelos próximos meses para sabermos se a minha análise está ou não correcta. Para ser franco, estou convencido que a razão me assiste.

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Análise individual

Quim - Chamado uma vez a intervir fez o que lhe competia;

Maxi - Raça para dar e vender;

Luisão - Intransponível;

David Luiz - Para mim o melhor em campo. Para ser um dos melhores da Europa falta-lhe apenas saber controlar a emotividade;

César Peixoto - Abnegado, fez uma exibição razoável e foi eficaz nas acções defensivas;

Javi Garcia - O tampão habitual. Por ele não passa nada;

Ramires - A capacidade de sofrimento habitual dando solidez ao meio-campo. Só por isso valeu a pena ter estado em campo;

Carlos Martins - Pautou muito bem o jogo e conseguiu refrear a sua habitual emotividade. Foi um dos melhores;

Urreta - JJ tirou este coelho da cartola e não deve estar arrependido. O uruguaio foi enorme tacticamente e na cobertura defensiva e provou que lhe devem ser dadas mais oportunidades.

Saviola - Um génio à solta. Marcou o golo e teve apontamentos que só os jogadores de classe conseguem ter;

Cardozo - Teve uma exibição apagada;

Weldon - Integrou-se bem na manobra da equipa dando tudo o que tinha;

Luis Filipe - O "mal amado" superou as expectativas;

Filipe Meneses - Ajudou a manter o resultado.

Tivéssemos nós sempre esta atitude e o campeonato seria nosso

Afinal foram os portistas que saíram de Lisboa com uma grande cachola e não o contrário, como prognosticaram Mariano e Nuno Marçal durante a semana. Se no Basquetebol já haviam perdido no Sábado, ontem voltaram a conhecer o sabor da derrota na modalidade raínha. Fins-de-semana como este tornam-se inesquecíveis e deviam repetir-se mais vezes para gáudio da nação benfiquista. Bem sei que a vitória apenas significa três pontos, mas ganhar ao F.C. Porto tem um gostinho especial até porque têm sido raras as vezes em que isso acontece.
JJ, o "mestre da táctica", ontem esteve insuperável. A sua aposta em Urreta, que mal tem jogado e em quem poucos acreditam (eu incluído), foi uma das chaves do sucesso. Apoiou César Peixoto na cobertura do corredor esquerdo, algo que Di Maria tem dificuldade em fazer, e deu profundidade e largura ao ataque, constituindo uma preciosa ajuda a Cardozo e Saviola.
Com uma equipa remendada, o Benfica foi sempre superior ao F.C. Porto na atitude e no futebol jogado. Foi bonito ver um F.C. Porto sem soluções, sem conseguir construir jogadas de perigo e sem jogar o futebol que habitualmente apresenta nestes jogos de grande tensão. Tudo por culpa nossa que pressionámos o nosso adversário logo à saída da sua área, criando-lhe inúmeras dificuldades na criação das jogadas ofensivas e obrigando-os a cometer inúmeros erros no capítulo do passe (raramente conseguiram fazer mais do que três passes sem perderem a bola).
Em suma, vitória indiscutível a que faltou a marcação de um penalti a nosso favor e que nos daria, muito provavelmente, o segundo golo, o que poderia ser importante tendo em conta que o campeonato se pode decidir no confronto directo entre as duas equipas. Salvo este "pormaior" acho que a arbitagem esteve dentro dos padrões exigíveis, embora os cartões amarelos a David Luiz e Saviola tenham sido claramente injustos.
Os próximos dois jogos em casa do Rio Ave e Marítimo vão ser de grau dificuldade elevada, e vão exigir da nossa parte grande concentração e a atitude que tivemos ontem. Esse é o meu grande receio, já que a maioria dos pontos por nós perdidos se deveram a uma atitude deficiente e a desconcentrações inconcebíveis. Oxalá os nossos jogadores tenham aprendido a lição e não voltem a cometer os mesmos erros.

sábado, dezembro 19, 2009

No primeiro duelo ganhámos

Mariano e Nuno Marçal haviam dito que o Benfica ia ter uma dupla derrota com o F.C. Porto, no Futebol e no Basquetebol. No que toca ao Basquetebol não se confirmaram os prognósticos dos portistas uma vez que o Benfica venceu. Amanhã logo veremos o que vai acontecer no Futebol.

sexta-feira, dezembro 18, 2009

Subscrevo em absoluto

"Nos outros anos, o FC Porto quando teve de ganhar, ganhou e tudo indica que vai passar-se o mesmo desta vez. Este Benfica não é o das goleadas de início da época. Frente ao Olhanense deu mais uma manifestação de fragilidade mental, de falta de carácter competitivo, de uma equipa tensa, nervosa a assustada. O FC Porto andava a jogar condicionado pelo que o Benfica fazia, mas depois das vitórias em Guimarães e Madrid, inverteu as coisas e passou a ser o Benfica a ter medo do FC Porto."

Manuel José, treinador
Record

Adversário teoricamente acessível

Analisar o resultado do sorteio torna-se complicado porque é bem provável que as equipas estejam diferentes na altura que se defrontarem. Não, não me refiro a oscilações de forma. Refiro-me ao facto de com a reabertura do mercado os plantéis das equipas poderem ser reforçados. Quer isto dizer que o actual Hertha de Berlim pode ter pouco a ver com aquele que vamos defrontar. Se fosse aquele que se apresentou frente ao Sporting, não nego que estaria descansado, e quase garantiria que ultrapassaríamos a eliminatória.
Na hipótese de ultrapassarmos os alemães, a etapa seguinte antevê-se muito complicada. O Marselha, que vi recentemente jogar com o Real Madrid, é uma equipa que está uns furos acima da nossa, técnicamente evoluída e bem dotada fisicamente. Além disso, tem um ambiente em casa que pressiona e muito, qualquer adversário que lá jogue. Enfim, deixemos os franceses por enquanto e concentremo-nos nos alemães que são os próximos com que nos temos que bater.

Durval a caminho do Benfica


Já esteve na Luz, fez exames médicos e agora o Benfica tenta convencê-lo a vir para a Luz. Mas será que temos necessidade de mais centrais?

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Foi o que se pôde arranjar

Exibição razoável durante a maior parte da partida e quinze minutos finais para esquecer. Com a equipa desfalcada dos seus principais elementos pouco mais havia a esperar. Fica a vitória que é sempre importante, não obstante ser um jogo para cumprir calendário. Agora há que ter sorte no sorteio, calhando-nos um adversário acessível que nos permita acalentar esperanças de ultrapassarmos mais uma eliminatória.
Ficámos a saber também hoje que Keirrison é uma carta fora do baralho, pois se não participou num jogo destes, dificilmente voltará a jogar. Não se compreende a chamada na 2ª parte de jogadores que certamente vão ser escolhas para o onze titular de domingo, correndo-se dessa forma riscos totalmente desnecessários. JJ vai deixando, aqui e ali, sinais de que a inteligência não é propriamente uma das suas características mais marcantes.

Vão por mim

Ruben Micael continua a dar cartas e os dirigentes encarnados parece que andam distraídos, preferindo ter a atenção focada em mais uma carrada de brasileiros de qualidade duvidosa. Muito bom tecnicamente, com uma qualidade de passe invulgar e bom finalizador, o madeirense seria um excelente negócio e uma excelente alternativa a Aimar que já vai para os trinta anos e carrega consigo uma história de problemas clínicos preocupante. Entretanto, o Sporting já se pôs em campo para trazer o jogador para Alvalade, embora eu duvide que tenha argumentos financeiros para tal. Aguardemos os próximos desenvolvimentos, mas a não vir para a Luz seria uma pena pois trata-se de um jogador que assentaria que nem uma luva no plantel encarnado.

quarta-feira, dezembro 16, 2009

Será que é desta?

Sendo o jogo de amanhã unicamente para cumprir calendário, sou de opinião que se deve dar mais uma oportunidade a Keirrison como titular. É que me custa a acreditar que um jogador com os seus créditos não consiga vingar no Benfica.

terça-feira, dezembro 15, 2009

"Mestre da táctica" vai ter oportunidade de mostrar o que vale

Com tantas cartas fora do baralho, estou curioso em saber que equipa vai JJ apresentar e qual a estratégia a utilizar frente ao F.C. Porto, num jogo em que estamos impedidos de perder, porque isso significaria ficarmos em desvantagem pontual face aos portistas. E nós bem sabemos o que acontece quando o F.C. Porto se apanha na frente. Admitindo que estaremos em desvantagem técnica temos que ser superiores em termos físicos, tácticos e, sobretudo, mentais. Caso contrário, o desfecho será aquele que nós benfiquistas não desejamos.

segunda-feira, dezembro 14, 2009

O peso da história

No novo estádio da Luz, em seis jogos disputados com o F.C. Porto, ganhámos apenas um, num golo apontado por Laurent Robert na sequência de um livre a uns bons 30 metros da baliza e com a prestimosa colaboração de Vitor Baía que tinha a obrigação de defender aquele remate. Quer isto dizer que se a história contasse as probabilidades de vencermos seriam diminutas. Espero bem que a história não se repita, mas o facto de nos apresentarmos com uma equipa bastante remendada deixa antever um jogo de grande dificuldade para as nossas cores. Se já o era em condições normais, com todas estas limitações tudo se torna ainda mais difícil.

domingo, dezembro 13, 2009

Mais um brasileiro

Segundo um conceituado técnico da formação brasileira, o rapaz é limitado técnicamente e tem bom jogo de cabeça. Tem uma média de 1 golo em cada 4 jogos o que para um avançado não é um bom cartão de visita. Keirrison veio muito bem referenciado e não fez nada. Pode ser que este com tão pouco cartel consiga vingar. Oxalá.

Sp. Braga não capitaliza empate do Benfica

A Naval foi à Luz com uma estratégia ultra-defensiva e só sucumbiu perto do apito final. Utilizou a mesma receita em Braga e, desta vez, retirou dividendos, alcançando um empate. Benfica e F.C. Porto agradecem a deferência, especialmente os portistas que no terminus desta jornada ficarão apenas a um ponto da liderança.

Isto sim é o nosso Benfica

A vitória do basquetebol do Benfica em Guimarães devia servir de exemplo para todas as outras equipas do clube. A perder por 20 pontos, já no terceiro período, os nossos jogadores (que hoje não contaram com o contibuto do nosso melhor jogador, Sérgio Ramos), num assomo de orgulho e classe, conseguiram no derradeiro segundo ganhar o jogo. É assim que se ultrapassam as adversidades. É assim que se obtêm triunfos. É assim que se ganham campeonatos.

Soluções precisam-se

Não sei se já se deram conta, mas para o jogo com o F.C. Porto não temos alas disponíveis (a não ser que se recorra a Urreta o que não me parece uma opção válida). Como é que vamos criar desequilíbrios? Como é que vamos criar condições para os cruzamentos para a cabeça de Cardozo? Vamos construir todo o jogo ofensivo pelo meio onde a concentração de jogadores é maior? JJ vai ter muito que puxar pela cabecinha durante a semana pois a tarefa prevê-se hérculea.

Santa ingenuidade

David Luiz questionado sobre o jogo da próxima jornada afirmou que a pressão está toda do lado do F.C. Porto. O brasileiro já está há anos suficientes em Portugal para perceber que os portistas são imunes à pressão. Já o mesmo não se pode dizer relativamente ao Benfica. Aliás, o que aconteceu ontem em Olhão foi a prova disso mesmo.

Algumas explicações para o insucesso

- sexto jogo em que entramos a perder, sexto jogo em que não conseguimos dar a volta ao resultado;
- mais dois golos sofridos em lances de bola parada com dois cruzamentos para a área e a defesa zonal a voltar a borrar a pintura;
- Di Maria inicialmente a fazer de 10, sendo encostado posteriormente à direita, onde estamos fartos de saber (aparentemente só JJ é que não vê) que o argentino não rende. O mestre da táctica desaprendeu?
- por onde anda a excelente condição física dos primeiros meses? Houve ruptura no stock das "bombas"?!;
- não há ninguém que consiga trabalhar a parte mental dos jogadores?;
- alguém se recorda da tão elogiada pressão alta que a equipa exercia sobre os adversários?;
- será que algum dia vamos voltar a ter laterais de qualidade?

sábado, dezembro 12, 2009

O princípio do fim

Uma equipa com esta imaturidade e fragilidade psicológica nunca pode ambicionar conquistar seja o que for. Por muito que me custe dizê-lo, estou convicto que esta derrocada em Olhão comprometeu definitivamente as nossas aspirações. O próximo jogo com o F.C. Porto vai confirmar isso mesmo e nem quero imaginar as consequências do insucesso desportivo para o futuro do clube. Aguardam-se tempos muito difíceis no Benfica e é bom que os sócios e simpatizantes se capacitem disso. Sem resultados desportivos e com os cofres vazios o abismo está à distância de um passo.

Sem chama e sem classe

A equipa de futsal do Benfica sem Ricardinho torna-se numa equipa vulgar. O jogo de hoje com o Fundação, um conjunto com uma qualidade muito aquém de anos anteriores, facto comprovado pela posição que ocupa no campeonato, o Benfica foi um grupo de jogadores adormecidos, desinspirados e trapalhões que pouco fizeram para merecer a vitória. Faço votos para que o astro encarnado volte depressa, caso contrário vamos ter muitos dissabores.

Airton já é do Benfica

Dizem-nos que este é o primeiro reforço de Inverno do Benfica. É trinco e vem fazer concorrência directa a Javi Garcia. Ou seja, é um jogador apontado ao banco de suplentes.
Estamos carenciados de uma alternativa ao espanhol, mas também é verdade que há outras posições onde as carências são mais gritantes. Esperemos que os dirigentes encarnados não se esqueçam disso.

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Muita cautela

Compreendo que JJ não queira abdicar do contributo de David Luiz frente ao Olhanense. Mas lá que é arriscado, lá isso é. O brasileiro difícilmente se contém, nas bolas divididas entra sempre com impetuosidade, e basta uma entrada mal calculada e lá virá o inevitável amarelo. Não se sabe ainda quem será o árbitro, mas estou convencido que à menor possibilidade o senhor do apito não se fará rogado (se calhar até já leva instruções nesse sentido). Resta a David Luíz uma concentração absoluta, ter a perfeita consciência que não pode transgredir, pois a sua presença no jogo com o F.C. Porto é fundamental para as nossas aspirações.

quarta-feira, dezembro 09, 2009

Com uma prenda destas abdicava de todas as outras

Como diz o Javi Garcia: até ao Natal temos que conseguir seis pontos. Seis pontos seriam uma ajuda preciosa na caminhada para o título, pois isso significava que ganhávamos ao F.C. Porto e os deixávamos, pelo menos, a seis pontos de distância. Era ouro sobre azul e seria a melhor prenda de Natal que poderia receber este ano.

terça-feira, dezembro 08, 2009

Benfica vence Superteça

A imagem não corresponde ao jogo de hoje mas isso pouco importa. O que interessa é que o primeiro troféu da época foi ganho por nós. Parabéns rapazes.

domingo, dezembro 06, 2009

Análise individual

Quim - Foi um mero espectador. Teve apenas uma defesa difícil a que soube responder bem;

Maxi - Bom jogo: a raça e a eficácia habituais;

Luisão - Acusou a inactividade. Não comprometeu mas, aqui e ali, arriscou sem necessidade;

David Luiz - Foi dos piores jogos que fez esta época;

César Peixoto - Esteve bem contrariando a ideia de que não merece estar no Benfica;

Ruben Amorim - Exibição regular mas não fez esquecer Javi Garcia;

Aimar - Melhor do que nos últimos jogos beneficiando da pouca marcação a que foi sujeito;

Di Maria - Deixou de estar no ponto. Ainda assim a sua presença é fundamental como titular;

Ramires - Não se faz sentir mas vai fazendo o trabalhinho que lhe compete;

Saviola - O melhor. Qualidade de passe invulgar e um golo só possível aos predestinados;

Cardozo - E vão 14 golos no campeonato. O que é que se pode pedir mais?

Weldon, Fábio Coentrão e Nuno Gomes - Entraram numa altura em que já não se podia jogar futebol.

Matámos o borrego

Golo cedo deu direito a mais uma goleada. Tem sido sempre assim ao longo do campeonato. E o resultado teria sido mais expressivo não fora as condições do terreno que se foram deteriorando a ponto de este ficar praticamente impraticável a meio da 2ª parte. Foi pena a lesão de Rúben Amorim, que o pode afastar do jogo com o F.C. Porto, bem como o 4º amarelo de David Luiz que o vai obrigar a tomar precauções na próxima jornada. De resto foi um jogo em que o Benfica entrou bem na partida para após o golo inaugural ter tirado pé do acelerador o que permitiu que a Académica ganhasse algum ascendente. Com o 2º golo tudo voltou à normalidade, o Benfica voltou a mandar no jogo, conseguiu momentos de bom futebol, e os golos fossem acontecendo com naturalidade. Esta vitória coloca-nos de novo no topo da classificação em igualdade pontual com o Sp. Braga, esperando que, desta vez, seja para ficar.

É imprescindível ganhar

Há duas épocas consecutivas que perdemos com a Académica. Hoje é dia de matar o borrego não só porque temos que aproveitar o deslize do Sp. Braga mas também porque o F.C. Porto já nos está a morder os calcanhares. Vai ser um jogo complicado, num dia particularmente chuvoso em que o estado do relvado não deve ser o melhor, onde, espero eu, os níveis de ansiedade não estejam muito elevados pois se assim for tudo se torna mais difícil.

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Espero bem que não

Acabaram as goleadas do Benfica. Será que começam agora as do F.C. Porto?

É mais um que só se transcende quando joga com o Benfica

Está visto que as grandes exibições de Nilson são só contra o Benfica. Em 360 minutos na Luz ainda não sofreu um golo. Contra o F.C. Porto bastou um jogo para encaixar quatro. E o que dizer do V. Guimarães?

Calhou-nos o grupo mais difícil

Sorteio nada generoso para Portugal. Brasil e Costa do Marfim são duas selecções muito complicadas. O Brasil é o Brasil e está tudo dito. A Costa do Marfim jogando no seu continente, se já era forte, mais forte se tornará. A Coreia do Norte com quem temos boas recordações é a selecção mais fraca e a quem temos obrigação de ganhar. Enfim, na teoria temos poucas hipóteses mas pode ser que num dia de inspiração consigamos vencer pelo menos uma das duas selecções mais fortes.

quinta-feira, dezembro 03, 2009

Mexam-se antes que o F.C. Porto o leve

Do que é que estamos à espera para ir buscar o Ruben Micael? Seria uma óptima alternativa a Aimar. Tem bons pés, boa visão de jogo, é excelente no último passe, e ainda por cima tem a vantagem de ser bastante mais novo que o argentino e não carrega as maleitas deste. Este é daqueles que não engana e se não nos pomos a pau será mais um a aterrar no Dragão.

Uma contratação anunciada

Fábio Faria é a primeira contratação de Inverno. Jovem, internacional português, com grande margem de progressão, é capaz de ser um bom investimento para o futuro, pois não me parece que, no imediato, venha a ser uma aposta de JJ, tendo em conta o número de centrais que temos à disposição. Também pode fazer a posição de lateral, mas aí também já temos jogadores em número suficiente, para além de que nessa posição precisamos é de laterais de raíz e não de adaptações.

quarta-feira, dezembro 02, 2009

Objectivo alcançado

Esta vitória teve uma dupla importância: garantiu-nos a qualificação e permitiu-nos acabar esta fase de grupos no 1º lugar. Além disso, com a qualificação garantida, JJ não irá perder a oportunidade de poupar alguns jogadores na derradeira jornada desta fase da Liga Europa, uma vez que dias depois teremos o embate com o F.C. Porto para o campeonato. Por outro lado, depois de dois jogos sem vencer, espera-se que este resultado venha trazer algum alento à equipa que, nos últimos jogos, tem denotado uma acentuada quebra anímica com evidentes repercussões negativas no nível exibicional. É tempo de voltarmos a praticar aquele futebol que encantou os benfiquistas e que tanto amedrontou os nossos adversários. Domingo se verá do que somos capazes.

Garanta-se já hoje o apuramento

Uma vitória garante-nos praticamente o 1º lugar no grupo. Um empate dá-nos a qualificação. Uma derrota adia tudo para o último jogo com os gregos. Sabendo nós da dificuldade que o Benfica tem revelado em jogos decisivos, seria de bom tom não deixarmos a resolução do apuramento para o derradeiro jogo. Mais vale prevenir que remediar.

terça-feira, dezembro 01, 2009

Já se vê o fundo do poço

"A SAD do Benfica para o futebol registou um resultado líquido consolidado de 6,1 milhões de euros negativos no primeiro trimestre (de 01 de Julho a 30 de Setembro), foi hoje anunciado.
De acordo com o comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), este valor representa um recuo em cerca de quatro milhões relativamente a período homólogo do ano passado.
O passivo consolidado do Benfica, de acordo com o mapa distribuído à CMVM, cresceu 39,2 por cento, para um valor de 207,035 milhões, quando em 2008, neste período, se aproximava dos 179.
O Benfica explica igualmente que os capitais próprios consolidados diminuíram para um montante negativo de aproximadamente 18 milhões de euros, superior aos quase 12 do ano anterior, agravando significativamente a situação de falência técnica.
Os resultados operacionais correspondem a 1,5 milhões, com um acréscimo de 2,4, resultante, de acordo com os “encarnados”, com o crescimento das receitas provenientes das transmissões televisivas, quotas, bilheteira, cachets e prémios das competições europeias.
O Benfica explica no forte investimento na equipa de futebol a razão do prejuízo apresentado, ao mesmo tempo que reafirma a convicção de que, a prazo, retirará os dividendos dos investimentos na equipa de futebol.
As contas do clube da Luz ficaram a meio caminho entre as do FC Porto (com lucro de 23,5 milhões) e as do Sporting (prejuízo de 2,30 milhões)".

Público

Comentário - Motivo para preocupação? Nah! Como várias vezes tem repetido o presidente LFV, basta vendermos um ou dois jogadores e tudo se compõe. Isto é o que ele diz. Quem é que acredita nele?

Candidato ou fogo de vista?

Onze jornadas volvidas e o Sp. Braga segue na frente do campeonato. Tem sido assim desde o início. Há que dar crédito a uma equipa constituída por bons jogadores e orientada por um técnico que tem vindo a demonstrar o seu valor. Benfica e F.C. Porto que se cuidem, pois pode estar aqui um novo Boavista que há anos atrás conquistou o título sem que ninguém esperasse. A grande prova de fogo dos bracarenses vai ser a ausência de Meyong, que estará no CAN, durante uma série de jogos. Aí ficaremos a saber se o Sp. Braga terá estofo de campeão ou não.

segunda-feira, novembro 30, 2009

Mais valia ter ficado calado

No final da partida com o Sporting, JJ dizia-se satisfeito com o resultado elencando duas razões para tal contentamento: os leões ficavam irremediavelmente afastados do título e o Benfica ficava isolado no comando do campeonato. Neste último caso devia ter esperado pelo final da jornada, pois se o tivesse feito veria que quem assumiu a liderança do campeonato não foi o Benfica mas o Sp. Braga. Assim arrisca-se a ouvir umas bocas do amigo Domingos sem necessidade.

As imagens permitem concluir que Cardozo foi castigado injustamente

domingo, novembro 29, 2009

Desculpas esfarrapadas

Ouvindo as declarações de JJ e dos jogadores ficámos a saber que só não vencemos por causa do estado do relvado. São desculpas esfarrapadas como esta que nos retiram lucidez para perceber que não foi esse o principal motivo para uma exibição tão descolorida. Até porque ela é apenas mais uma a juntar a outras exibições menos conseguidas que temos feito nos últimos jogos. De facto convinha que tivesse sido o relvado o responsável pelo empate. Mas a verdade é que não foi.

sábado, novembro 28, 2009

Sp. Braga e F.C. Porto agradecem este empate

É caso para perguntarmos o que se passa com o Benfica. Nos últimos três jogos do campeonato a que se junta o jogo da Taça de Portugal, marcámos apenas 1 golo. Para quem tinha uma veia goleadora impressionante isto é motivo de preocupação. Mas o problema não está só na falta de concretização. O problema está também no nível exibicional que apresenta uma acentuada quebra comparativamente com aquilo que já fizemos esta época. A falta do Luisão, ainda que importante, não explica tudo. JJ vai ter que dar a volta a isto pois a jogarmos assim não vamos lá.

Mantenha-se a tradição

Carlos Carvalhal nunca ganhou a Jorge Jesus. Esperemos que a tradição se mantenha. É essa a minha fé.

Dêem-nos uma alegria

Habitualmente o futebol relaxa-me. Claro está que isto só sucede desde que o Benfica não seja uma das equipas em compita. Porque se for, a ansiedade apodera-se de mim e são 90 minutos de sofrimento garantido. É o que vai acontecer hoje. Ainda por cima o jogo é com o nosso eterno rival, e é sabido que nos jogos com o Sporting a ansiedade dispara para níveis não raras vezes incontroláveis. Resta-me a esperança de que no final da partida tenha valido a pena tanto sofrimento e o Benfica saia de Alvalade com a vitória que tanto desejamos.

sexta-feira, novembro 27, 2009

Opção difícil de entender

O Shaffer já nem sequer é convocado. Isto quer dizer que, definitivamente, JJ deixou de contar com ele, e que o Benfica se prepara para ir ao mercado contratar um lateral esquerdo. Muito sinceramente, acho que o argentino merecia mais oportunidades, pois até nem me parece mau jogador. Tem algumas deficiências a defender, algo que poderia melhorar com mais trabalho, mas ofensivamente pede meças a qualquer um dos outros laterais que temos no plantel. Na volta ainda o vamos ver de dragão ao peito, depois de uma rápida passagem pelo futebol argentino. Não me admirava nada.

O meu grande receio para amanhã

é que o Sporting seja o primeiro a marcar. Nem vale a pena explicar porquê. As derrotas que temos tido falam por si.

quinta-feira, novembro 26, 2009

Pedro Proença nomeado para apitar o dérbi

Este é daqueles árbitros que não me inspira confiança nenhuma. Aliás, sucede o mesmo com a maioria de todos os outros. O que significa que dada a qualidade dos nossos árbitros, quando toca a escolher, qualquer um serve. Que seja imparcial, que não tenha influência no resultado e que não queira ser o protagonista da partida, é tudo o que desejo. Afinal de contas, não é o que todos desejamos?

quarta-feira, novembro 25, 2009

Este é daqueles que nunca será ninguém no futebol

Felipe Bastos retorna ao Benfica depois de ser protagonista de um caso de indisciplina no último jogo da Taça de Portugal que o Belenenses realizou em Valença. Este foi um daqueles jogadores de quem se esperava muito, mas que afinal já se percebeu que, como jogador do Benfica, tem os dias contados. Não serve, não presta e por isso deve ser vendido (de preferência) ou novamente emprestado porque no plantel encarnado não tem lugar. Nem agora nem nunca.

terça-feira, novembro 24, 2009

Resposta de JJ à eliminação frente ao V. Guimarães

video

Temos de dar-lhes a resposta merecida

Bastou a eliminação na Taça de Portugal para os antibenfiquistas saírem todos do armário. Que não jogamos nada, que esta derrota prenuncia o início da derrocada e por aí fora. Imagine-se o que eles não dirão se o Benfica perder em Alvalade. Daí que, mais do que nunca, uma vitória em Alvalade seria extremamente importante. Não só calaria lagartos e andrades como nos devolveria a confiança para vencermos as batalhas que se avizinham.

Que se confirmem as estatísticas

A história de resultados entre Benfica e V. Guimarães na Luz, veio a confirmar-se no último domingo. Deseja-se que o mesmo suceda no próximo jogo frente ao Sporting. É que Carvalhal em seis confrontos com JJ nunca lhe ganhou. A ser assim, na pior das hipóteses, saíamos com um empate de Alavalade, o que não sendo bom acabava por ser um resultado tolerável.

Sorte madrasta

Há que convir que o sorteio da Taça da Liga nos foi desfavorável. Apanhar pela frente três primodivisionários e, ainda por cima, jogar fora com dois deles, sendo que um é o V. Guimarães, não vai ser tarefa fácil. Pior era difícil.

segunda-feira, novembro 23, 2009

Responda quem souber

Que benefícios tem o Benfica recolhido com a adaptação de Fábio Coentrão a lateral esquerdo? Que benefícios tem o Benfica recolhido sempre que Keirrison joga a titular?

domingo, novembro 22, 2009

V.Guimarães, a nossa besta negra na Taça de Portugal

Tal como havia previsto no final da 1ª parte, a eliminação da Taça de Portugal consumou-se. É humilhante para o Benfica que um guarda-redes, na Luz, ainda por cima vestindo uma camisola de uma equipa sofrível, não sofra golos há quatro jogos consecutivos. São 360 minutos e 360 minutos é uma eternidade em termos de futebol. Isto é absolutamente inacreditável e Jorge Jesus muito contribuiu para que isso acontecesse. Gostava que ele me explicasse a insistência em colocar Di Maria no flanco direito (se foi para tentar arrancar o 2º amarelo a Desmarets, foi uma estupidez) e a presença de Keirrison em campo até quase ao final da partida. Toda a gente viu que a equipa só se tornou perigosa quando o argentino voltou à esquerda e o brasileiro foi substituído. Começa a perceber-se que Jorge Jesus tem grande dificuldade em tomar as melhores opções quando o Benfica se encontra a perder. Perde discernimento, bloqueia, e isso é algo que não pode voltar a repetir-se. É bom lembrar que o Benfica ainda não conseguiu virar um único jogo em que se encontre em desvantagem. Será isto admissível para uma equipa que ambiciona conquistar a Liga?

Estamos com um pé fora da Taça de Portugal

Pelo andar da carruagem vai ser o quarto jogo consecutivo na Luz em que não ganhamos ao V. Guimarães, e à conta disso ficaremos fora da Taça de Portugal. Fica provado que o Benfica ainda não tem jogadores que possam substituir com eficácia a ausência de jogadores fundamentais, como Cardozo e Luisão. Quer Sidnei, quer Keirrison, especialmente este último, são jogadores a quem falta atitude competitiva para poderem representar uma equipa, como a nossa, que luta por vencer as competições em que participa.

Faz bem

Jorge Jesus avisou que vai acabar com a rotatividade dos guarda-redes. Provavelmente, este é um indício de que vai começar a apostar em Júlio César na Liga Sagres. Se assim for tem todo o meu apoio. O brasileiro é, no momento, o guarda-redes em melhor forma e, por isso, deve ser o titular.

sexta-feira, novembro 20, 2009

O regresso de Simão

Caso Di Maria venha a sair no final da época, Simão é uma boa opção. Mas é bom que se diga que ficaremos a perder, pois o argentino é superior e tem apenas 21 anos, ao contrário de Simão que está a um passo dos 30 anos e já não é o jogador que era.

quinta-feira, novembro 19, 2009

E vão mais dois

Evandro Brandão e Jean Silva são as mais recentes apostas para a formação. Não tenho nada a obstar a estas contratações. Apenas assinalar que das muitas contratações feitas nos últimos anos, e têm sido às carradas, a verdade é qua até ao presente nenhum desses jogadores conseguir chegar à equipa principal. Pode ser que um dia destes algum deles lá chegue. Sejamos optimistas.

quarta-feira, novembro 18, 2009

A história repete-se

Já tivemos o golo de Maradona marcado com a "mão de Deus". Hoje tivemos o golo de Gallas marcado com a "mão de Platini" que apurou a França. Um escândalo que prova à evidência que a imparcialidade no futebol é uma treta. Tal como na vida, os poderosos são sempre protegidos.

Queiroz e jogadores de parabéns

Estamos no Mundial. Nesta altura não interessa saber se a qualificação foi complicada ou não, se jogámos bem ou mal, o que importa é que conseguimos o passaporte para a África do Sul. Desde 2000 que não falhamos uma competição importante, e isso é algo que o futebol português se deve orgulhar, até porque poucas selecções europeias se podem gabar do mesmo.

A prova dos nove

Sidnei vai ter a prova dos nove nos jogos com o V. Guimarães e com o Sporting. Se não der conta do recado é sinal de que é apenas mais um que passa pelo Benfica sem deixar saudades. O brasileiro tem potencial, mas nas vezes que tem jogado, e não têm sido tão poucas quanto isso, tem-se revelado um jogador irregular a quem falta, sobretudo, nervo e concentração. Terá agora a oportunidade de demonstrar o contrário e desejo bem que sim, pois são dois jogos em que o Benfica está impedido de falhar.

terça-feira, novembro 17, 2009

Um triunfo que sabe a pouco

Os sub-21 conseguiram vencer a primeira das quatro finais que têm pela frente com um resultado aquém daquilo que produziram, algo que tem sido recorrente ao longo desta fase de qualificação. Além disso, sofrer um golo daquela forma, já no período de descontos, é coisa que não lembra a ninguém e retira-nos a possibilidade de em caso de igualdade com os gregos ficar à frente deles. Uma situação que o próprio Oceano não deixou de lamentar no final da partida.

Esta não sabia eu

O Benfica pagou 4 milhões de euros pela cedência de Keirrison. Isto é muito dinheiro para um empréstimo de uma época com outra de opção. E até agora o rendimento do brasileiro tem sido zero. E não se vislumbra que venha a ser melhor.

segunda-feira, novembro 16, 2009

Um caso pontual

Por aqui diz-se que Carlos Carvalhal vai ganhar 13 mil euros limpos por mês até ao final da época. A ser verdade, esta remuneração constitui certamente um record negativo entre os três grandes.

É o que se quer

LFV garantiu que Di Maria não sairá na reabertura do mercado. Óptimo. Assim fico mais descansado. Fico eu e ficam, certamente, todos os benfiquistas.

domingo, novembro 15, 2009

Espero bem que seja mentira

Não sei até que ponto é verdade a notícia de que o Man. City se apresta para pagar a cláusula de rescisão de Di Maria já em Janeiro. A ser verdade, é um golpe duro nas aspirações do Benfica em conquistar a Liga. Mesmo que fossemos ao mercado para o substituir, por certo que não conseguiríamos encontrar alguém com a qualidade do argentino e para sermos campeões precisamos forçosamente do seu contributo. Oxalá tudo isto não passe de especulação e ele se mantenha no Benfica, pelo menos até ao final da temporada.

Carlos Carvalhal novo treinador do Sporting

Bettencourt bem tinha avisado que o novo treinador seria uma surpresa. Realmente é uma surpresa. Só que, quer-me parecer, a maioria dos sportinguistas não vai ficar satisfeita com esta contratação. É que estamos a falar de um treinador que nos últimos anos tem sido sempre demitido nas equipas por onde tem passado, não só em Portugal como no estrangeiro, onde teve uma curta passagem. Se calhar mereceu este prémio por ter roubado dois pontos ao Benfica esta temporada. Mas é bom lembrar que, no Marítimo, em 17 jogos apenas ganhou 2, o que não deixa de ser um "bom" cartão de visita. Estou convencido, no entanto, que basta uma vitória sobre o Benfica para a sua contratação ter valido a pena. Isto na óptica dos sportinguistas, claro.

sábado, novembro 14, 2009

Importante não ter sofrido golos

O resultado acaba por não ser mau tendo em conta que ganhámos e não sofremos golos, mas a exibição no cômputo geral foi frouxa. Com a substituição de Nani, Portugal acabou em termos ofensivos e os últimos 15 minutos foram bastantes penosos para nós, sendo que a Bósnia só não concretizou nesse período porque os deuses estiveram do nosso lado. O jogo da 2ª mão, num ambiente que se prevê escaldante, vai ser muito complicado, apesar de os bósnios não poderem contar com três pedras basilares. Estou em crer que um golo nosso na Bósna poderá ser a chave da qualificação. Resta saber se vamos ter capacidade para o fazer.

Fase final por um canudo

Esta selecção de sub 21, hoje em Inglaterra, fez-me lembrar algumas das boas selecções A que tivemos nos anos 80 e 90, com um futebol bonito, muito rendilhado, mas que não acertavam na finalização.

Deu para rodar jogadores e ganhar mais um troféu

Mais um troféu conquistado mas a exibição foi muito fraquinha. Valeu o grande golo de Keirrison que ainda assim voltou a demonstrar o porquê de JJ raramente apostar nele. Sidnei a jogar como jogou vai ser uma dor de cabeça para Alvalade. Weldon a decair de jogo para jogo e Urreta com um ou outro bom pormenor, mas não mais do que isso. Começa-se a perceber porque JJ quer mais um avançado. É que entre Cardozo e Saviola e os restantes avançados da equipa existe uma diferença abissal. E caso um deles não possa jogar é um Deus nos acuda como já se verificou frente à Naval.

quinta-feira, novembro 12, 2009

Será mau olhado?

Depois de Patrik parece ter chegado agora a vez de Shaffer. Pelo menos é o que noticia o Correio da Manhã, que afirma que o argentino vai ser dispensado. Para quando um lateral esquerdo que consiga pegar de estaca no Benfica? É que ao fim de tantos anos e de tanto dinheiro gasto, começa a ser desesperante que não consigamos contratar um lateral esquerdo em condições.

quarta-feira, novembro 11, 2009

Raio de azar

Luisão foi ontem à mesa de operações por causa de uma apendicite aguda. Por este motivo, não estará em condições de defrontar o Sporting. É caso para dizer: raio de azar!

terça-feira, novembro 10, 2009

Robert Enke suicida-se aos 32 anos

O internacional alemão e antigo guarda-redes do Benfica foi hoje colhido mortalmente por um comboio. Aparentemente tratou-se de um suicídio. Paz à sua alma.

Hora da selecção nacional

Com o campeonato parado, as atenções viram-se para a selecção nacional e para esse compromisso decisivo com a Bósnia que irá decidir qual das duas selecções estará presente na fase final do Campeonato do Mundo. Sejamos claros e justos: desfalcados de alguns dos nossos melhores jogadores, entre os quais Cristiano Ronaldo, a nossa principal referência e a estrela da companhia, é óbvio que o nosso apuramento fica agora bem mais difícil. Não quer isto dizer que não tenhamos hipóteses. Claro que temos. Mas é justo reconhecer que estas diminuiram consideravelmente com a ausência desses jogadores fundamentais. Claro está que os inimigos de Queiroz estão-se maribando para esse facto e caso não nos qualifiquemos não deixarão de pedir a cabeça do seleccionador. Esquecem-se que não fora os azares ao longo da qualificação e estaríamos já qualificados. Aliás, se bem nos lembrarmos da última campanha para o Europeu, em cuja fase final estivemos presentes, verificamos que em nada esta selecção foi inferior à de Scolari. A única diferença foi que, nessa altura, a sorte nunca nos foi madrasta ao contrário do que sucedeu nesta fase de qualificação. Uma simples diferença que acabou por fazer toda a diferença.

segunda-feira, novembro 09, 2009

Vitória arrancada a ferros

Mais uma equipa que veio à Luz e se limitou a colocar o autocarro à frente da sua baliza. Se a táctica tem resultado, alguns comentadores encartados diriam que Inácio teria dado um banho de táctica a Jesus. Enganam-se. Reconheço que a Naval pouco mais podia fazer do que aquilo que fez se quisesse evitar a derrota, mas dizer que isto é inteligência táctica eu vou ali e já venho. Colocar 11 jogadores dentro da sua área e esperar que a sorte o acompanhe não é táctica, mas antes o reconhecimento de que a sua equipa é incapaz.
Foi um jogo de grande sofrimento e a certa altura temi o pior. Temi que não ganhássemos o jogo e até cheguei a temer que a Naval pudesse sair da Luz com uma vitória, tendo em conta o rumo que o jogo estava a tomar. Aliás, ao longo dos últimos anos, temos assistido a partidas similares a esta com desfechos bem pouco agradáveis para o Benfica. Esta noite parecia que íamos reviver um desses jogos: defesas impossíveis do guarda-redes adversário, bolas nos postes, oportunidades desperdiçadas e num contra-ataque venenoso o adversário colocar a bola na nossa baliza e acabar por ganhar. Quantas vezes já assistimos a isto na Luz? Muitas vezes, tantas que até já lhe perdi a conta.
Finalmente, depois de outras ocasiões desperdiçadas, lá conseguimos não desaproveitar os desaires dos nossos mais directos adversários. Já não era sem tempo. Pode, inclusive, ser um bom sinal. Pode querer dizer que a malapata que nos tem perseguido tenha resolvido ir bater a outra porta. Fico a torcer para que assim seja.

Grandes clubes europeus apertam o cerco

LFV tem dito várias vezes que não vai deixar sair nenhum dos jogadores imprescindíveis na reabertura do mercado. Veremos se isso se confirma, caso haja algum clube que bata o valor da rescisão de algum desses jogadores.

domingo, novembro 08, 2009

Melhor do que isto era difícil

Até agora esta tem sido uma jornada extremamente positiva para o Benfica. Depois do desaire ontem do Sp. Braga, hoje tivemos o F.C. Porto a baquear na Madeira e o Sporting a empatar em Vila do Conde. Seria uma desilusão completa se amanhã não aproveitássemos esta perda de pontos dos nossos principais adversários. Com goleada ou sem ela, frente à Naval, exige-se a vitória. E estou convicto que vamos alcançá-la.

Há outras prioridades

A acreditar no Record, o Benfica prepara-se para contratar mais um avançado na abertura do mercado em Janeiro. Não sei até que ponto esta notícia tem alguma credibilidade, dado que no plantel temos cinco avançados e se a estes juntarmos Mantorras são seis. Ou seja, são muitos avançados, sendo que quatro deles habitualmente não jogam ou jogam muito pouco. Assim sendo, para quê outro avançado?

sábado, novembro 07, 2009

Uma derrota que tardava

Já não era sem tempo. Esta derrota do Sp. Braga vem, assim espero, dar um ânimo acrescido à nossa rapaziada para o jogo com a Naval. Mesmo com duas ausências de peso estou convicto que não vamos perder a oportunidade de alcançarmos, de novo, o topo da classificação.

sexta-feira, novembro 06, 2009

Ossos do ofício

Esta lesão de Ramires não veio mesmo nada a calhar, especialmente porque temos o Sporting dentro de três semanas e, nestes jogos, convém que a equipa se apresente na máxima força. Além do mais trata-se de um daqueles jogadores imprescindíveis, dada a sua disciplina táctica e a sua qualidade enquanto recuperador e construtor de jogo. Enfim, azares a que qualquer equipa está sujeita e que desta feita nos coube a nós a fava.

Aconteceu o inevitável

É oficial. Ao fim de 4 anos de leão ao peito, Paulo Bento apresentou a sua demissão. Aquela frase de José Bettencourt que dizia "Paulo Bento forever" afinal parece que não era verdadeira. Por mim tanto se me dá, é para o lado que durmo melhor. O que não significa que não tenha curiosidade em saber quem se sentará no banco leonino aquando do próximo Sporting-Benfica. Será português? Será estrangeiro? Os próximos dias vão-nos trazer novidades.

quinta-feira, novembro 05, 2009

Excelente resultado e boa prestação

Vitória importantíssima para a nossa continuidade na Liga Europa. Ainda por cima, o resultado entre gregos e bielorrussos favorece as nossas pretensões. Mais um pontinho e estamos qualificados.
Depois da derrota em Braga era fundamental um resultado positivo para que a equipa não corresse o risco de quebrar psicológicamente. Se a primeira parte nos trouxe um Benfica seguro na defesa mas incipiente no ataque, já a segunda parte, depois da entrada de Aimar, mostrou-nos um Benfica igual àquele que tão boa conta tem dado de si na maioria dos jogos. Só foi pena a lesão muscular de Ramirez que o vai obrigar a uma paragem prolongada. Não fora isso e teria sido uma noite perfeita.

Esta questão dos laterais fede

Como era de prever hoje vamos ter David Luiz novamente adaptado a lateral esquerdo. A pergunta que se coloca é muito simples: como é que chegados a esta altura da época - e lembremo-nos que vivemos esta situação toda a época passada - ainda não temos o problema dos laterais resolvido? Na direita a alternativa a Máxi Pereira é Rúben Amorim, uma adaptação. Na esquerda nem Shaffer, nem César Peixoto, contratados para a posição, parecem merecer a confiança do treinador. Até quando vamos arrastar a resolução desta lacuna no plantel? Será já em Janeiro? Só no final da época? Não sabem ao certo quando?

quarta-feira, novembro 04, 2009

Administradores receberam 673.266 euros

Se LFV precisar de substituir algum administrador, ele que me telefone que eu estou ao dispor.

Precisamos de um Benfica forte em Liverpool

Amanhã vamos ter jogo duro em Liverpool. A goleada sofrida na Luz não espelha o valor real do nosso adversário. O Everton vale bem mais do que mostrou nesse jogo, sendo que a sua exibição ficou muito condicionada devido à ausência de jogadores fundamentais que desta vez vão estar presentes. Este jogo vai permitir também perceber até que ponto a derrota em Braga deixou marcas na equipa. Oxalá não tenha deixado pois uma eventual derrota deixar-nos-ia numa situação pouco confortável para os restantes jogos desta fase.

E depois querem que nós acreditemos na imparcialidade das equipas de arbitragem

"Ao que O JOGO apurou, as expulsões resultaram das informações dadas a Jorge Sousa pelo assistente José Ramalho, que terá conseguido vislumbrar as referidas agressões à distância. Este é, de resto, o árbitro elemento que, momentos antes, não viu as agressões dos bracarenses Ney e Mossoró a Cardozo, vistas na televisão e ocorridas a curtíssima distância da sua cara".

terça-feira, novembro 03, 2009

Pode ser que resulte mas também pode dar buraco

Tudo indica que JJ vai mexer na estrutura defensiva no jogo em Liverpool. David Luiz vai voltar ao lado esquerdo da defesa enquanto Sidnei fará dupla com Luisão no centro da defesa. Depois da asneira cometida em Braga, na aposta que fez em Keirrison, esperemos que o treinador encarnado não venha a cometer outro erro que nos venha a custar caro. Lembram-se da exibição de David Luiz na Ucrânia, quando ocupou esse lugar? Pois. Eu ainda não me esqueci.

Há decisões muito estranhas

O acórdão do Conselho de Justiça atribuiu a culpa em exclusivo à claque do Benfica pelos acontecimentos de 27 de Junho. Não sei como é que o CJ conseguiu chegar a uma conclusão destas. É que os vários vídeos que há disponíveis não apontam nesse sentido.

Não dá para entender

Mantorras poucos jogos tem cumprido ao serviço do Benfica nos últimos anos, mas o clube pagou na época passada dois milhões de euros por metade do passe do avançado angolano.

segunda-feira, novembro 02, 2009

Como é que alguém em Portugal pode acreditar na Justiça?

"campeões, campeões...de secretaria: agora calhou ao 'sporting'.
não é o melhor exemplo! nunca o foi para os adultos muito menos o será para as competições envolvendo jovens.
não sei de quem é a culpa mas esta sequência de decisões contraditórias, em instâncias jurisdiscionais diferentes, poderá parecer - e talvez o seja - normal para os especialistas na matéria. para o povo anónimo e ignaro não passa de (mais) uma palhaçada".

Dúvida

O futuro irá nos confirmar se a constatação de que o Benfica de Jorge Jesus não consegue virar resultados negativos, se deve a uma mera coincidência, ou se, pelo contrário, se deve a uma incapacidade declarada da equipa. Se for a última hipótese é motivo para ficarmos preocupados.

domingo, novembro 01, 2009

Quem agride quem?

Ele há coincidências do caraças!

"Já dentro do túnel, Tacuara foi tirar satisfações com Leone. Os ânimos aqueceram e os dois sul-americanos agredirem-se mutuamente, tendo sido necessária a intervenção dos seguranças que, na tentativa de acalmar os jogadores, agrediram o avançado encarnado". (Record)

Comentário - Que raio de tentativa é esta de acalmar os ânimos agredindo um dos jogadores? E, logo por coincidência, a agressão foi recair em Cardozo, por sinal o jogador forasteiro. Inexplicável!

Em Portugal, os árbitros têm um poder imenso

Na antevisão do jogo de ontem, eu tinha alertado para a possibilidade de factores estranhos ao jogo poderem vir a influenciar o resultado final. Para minha grande tristeza foi o que sucedeu. Se aquele golo limpo de Luisão não tivesse sido injustamente anulado, porventura estaríamos aqui a analisar um jogo completamente diferente e, muito provavelmente, com um desfecho distinto daquele que se verificou.

Cautelas

Frente ao Sporting não vamos poder contar com Cardozo por castigo, e arriscamo-nos a não poder contar também com Javi Garcia e Fábio Coentrão que somaram ontem o 4º cartão amarelo.

Recado

LFV andava calado e o Benfica ganhava. Bastou que o presidente abrisse a boca esta semana e imediatamente perdemos. Moral da história: LFV deve manter-se calado se quer que a equipa vença.

sábado, outubro 31, 2009

Da euforia à desilusão

E à 9ª jornada claudicámos. Depois do empate de ontem do F.C. Porto, era importante que o Benfica aproveitasse a oportunidade para alargar a vantagem sobre o seu principal rival. Infelizmente, não foi isso que aconteceu. E não aconteceu porque os nossos jogadores revelaram uma grande fragilidade em termos mentais. Foi notório o nervosismo e isso impediu-os de jogar aquilo que sabem. Preocupante é o facto de isto não ser a primeira vez que acontece. Sempre que jogamos fora com equipas da nossa igualha e em ambientes adversos, a equipa claudica sem que se perceba a razão de tal comportamento. Só espero que esta derrota não deixe marcas pois aproximam-se jogos bastante importantes para as nossas aspirações, tanto na Liga Europa como na Liga Sagres.

P.S. - O Sp. Braga provou hoje que é um candidato ao título. Segue na frente e já defrontou os três grandes e estes ainda têm que jogar entre si. Será que vamos ter este ano uma réplica do Boavista quando este foi campeão?

sexta-feira, outubro 30, 2009

F.C. Porto não vai além do empate

O impensável aconteceu. Que este resultado traga uma motivação acrescida aos nossos jogadores é o que se deseja. Temos a possibilidade de aumentar a vantagem para cinco pontos e há que aproveitá-la, pois oportunidades como esta não vão surgir muitas vezes ao longo do campeonato.

Que a verdade desportiva seja respeitada

Amanhã temos conferência de líderes em Braga. Seguramente que perante um adversário que está a ser a revelação do campeonato, o Benfica irá ter dificuldades. Mas se nos exibirmos ao nível do que temos feito até aqui, temos todas as condições para chegarmos ao fim do jogo com três pontos no bornal. Só espero que o resultado não venha a ser influenciado por factores estranhos ao jogo, mas que traduza efectivamente aquilo que as duas equipas fizeram dentro de campo. Se assim for já fico satisfeito.

quinta-feira, outubro 29, 2009

Não são precisas palavras

Jorge Sousa nomeado para Braga

Um árbitro do Porto a apitar um jogo desta importância deixa-me preocupado. Ainda por cima, o nosso historial com este senhor está longe de ser dos melhores.

quarta-feira, outubro 28, 2009

Análise estatística - Número de espectadores


As cláusulas de rescisão

Cardozo - 60 milhões;
David Luiz - 50 milhões;
Di Maria - 40 milhões;
Saviola - 30 milhões;
Ramires - 30 milhões;
Javi Garcia - 30 milhões;
Fábio Coentrão - 30 milhões.

Assim à primeira vista, pode parecer que com cláusulas de rescisão deste montante, dificilmente algum destes jogadores sairá. Não faço essa leitura. Bem sei que nesta altura os grandes clubes europeus não passam por um período de grande desafogo financeiro, mas, ainda assim, há aqui jogadores cuja cláusula, tendo em conta a relação preço/qualidade, não deixa de ser acessível aos clubes mais abonados. Quer isto dizer que, por muito que isso nos desagrade, é bem provável que um ou dois jogadores desta lista deixe, na próxima época, de pertencer aos quadros do Benfica.

terça-feira, outubro 27, 2009

Menos um a lutar pelo título

Com o empate desta noite o Sporting fica irremediavelmente arredado da luta pelo título nacional. A questão que se coloca é a de saber se Paulo Bento ainda se sentará no banco no próximo jogo. Tem a palavra José Eduardo Bettencourt.

A euforia leva a isto

Se eu podia viver sem golear?
Poder podia...mas não era a mesma coisa.

Benfica recebe V. Guimarães para a Taça de Portugal

Com tanto adversário fácil calhou-nos o V. Guimarães, uma equipa sempre a ter em conta. De qualquer forma, o Benfica é superior e tem a vantagem de jogar em casa pelo que, com maior ou menor dificuldade, vamos estar na próxima eliminatória.

Empolgante

Este Benfica continua a encantar-nos. A lembrar os bons velhos tempos, esta equipa brinda-nos a cada jogo com jogadas de fino recorte, golos em catadupa e uma constância de jogo que nós, no início de época, nunca sonhámos que fosse possível acontecer.
Habituados a anos e anos de péssimo futebol e a desaires consecutivos, esta época está a ser um verdadeiro maná para os adeptos. Estádios cheios em todos os jogos e um apoio constante à equipa é lindo de se ver. Será que estamos perante a recuperação da mística benfiquista?

domingo, outubro 25, 2009

Desde que percam

O Ruben Micael diz que vai marcar na Luz. Por mim tudo bem. Desde que isso não retire os três pontos ao Benfica, não tenho nada a objectar.

Pede-se mais

Esta fase inicial da equipa de futsal do Benfica não está a corresponder às expectativas criadas. Um plantel como o nosso tem de render mais e apresentar melhores resultados.

sábado, outubro 24, 2009

Já era sem tempo

Até que enfim que o ciclo vitorioso do Sp. Braga terminou. Esta dinâmica de vitória começava a incomodar e a tornar-se perigosa. Agora há que impedir que eles iniciem um novo ciclo já na próxima jornada.

quinta-feira, outubro 22, 2009

Noite a fazer lembrar outras noites europeias gloriosas

O que é que se pode dizer depois de uma goleada numa competição europeia alcançada frente a um adversário de prestígio como é o Everton? A única coisa que se nos oferece dizer é que o Benfica está de parabéns e que este resultado permitiu desbravar caminho para chegarmos à fase seguinte da competição. Ainda há batalhas pela frente a serem vencidas, mas a equipa está no bom caminho.
Neste jogo temos que colocar três jogadores no pedestal: Di Maria, Saviola e Cardozo. Di Maria pelo que construiu, Saviola pelo que construiu e finalizou e Cardozo também pela eficácia na finalização. Quanto aos outros colegas, todos estiveram em bom plano, mas os três referenciados merecem um particular destaque.
Agora há que olhar para o adversário que se segue. O Nacional é uma equipa complicada que tem de merecer da nossa parte um grande empenho e uma exibição como a de hoje. O campeonato, como tem repetido JJ, é a nossa prioridade e por isso há que ter todas as cautelas para não desbaratarmos pontos.

A receita para logo

Colocar a redondinha na baliza dos ingleses e não deixar que eles façam o mesmo na nossa. É simples, é barato e pode dar milhões.

Monsanto na Europa

"O jogo com o Monsanto, para a Taça de Portugal, já tinha vinte e tal minutos e ia escorregando perigosamente para o país do sono. Num excesso de simpatia para com os colegas da segunda divisão, que afinal é a terceira (e, já agora, não seria de destrocar esta trocada nomenclatura?), os craques do Benfica passeavam como turistas de pitons sobre a relva verdinha. Muitos sorrisos, calma a mais, jogadas em câmara lenta. No meu sofá de sofredor, eu repetia para dentro “vai correr tudo bem, vai correr tudo bem” como quem tem medo que assim corresse tudo mal, muito mal. “Aposto que vamos dar cinco”, dizia em voz alta, para chamar a sorte. Mas só pensava que, daquela maneira, atrasando assim os futebóis, mesmo ganhar não seria muito fácil.

E por isso é que aquela inspiração do nosso Miúdo Menezes foi tão de alegrias. Ainda no miolo do campo, na zona da conversa mole, o nosso brasileiro pega na bola com o pé direito e começa a entornar o relvado para o lado contrário. Os monsantanenses até se desequilibraram a olhar para aquilo. Menezes passa por um, dois, três e depois, mesmo antes que lhe caia uma molhada de cinco ou seis em cima, puxa do pé esquerdo e empurra o belo esférico para golo. Pronto. A partir daí, é História, seis golitos. Um ver-se-te-avias que até ultrapassou a minha aposta optimista.

Aqui fica uma palavra para Carlos Martins, o nosso samurai, que continua a comandar com raça sempre que é preciso. E dez palavras para o resto da equipa, que provou a tese de Jesus: no Benfica não há mesmo suplentes.

Mas, se começámos a conquistar Portugal, agora há que reconquistar a Europa. É já amanhã, contra o Everton. Para o confronto com os ingleses, estas lições de humildade e paciência são muito úteis, claro. Mas proponho que juntemos à receita uma boa dose de picante, ousadia, ambição e querer-mais. Em princípio, regressa o nosso supermaestro Aimar, o imprescindível mestre-sala Ramires e o matador Cardozo. Não sei se Jesus já tem os nomes fechados, se já formou o “governo” para este novo desafio europeu. De qualquer modo, deixo aqui a minha modesta dica de adepto. Mister, que tal mostrar alguma abertura à “sociedade civil” e experimentar o Coentrão a titular".

Jacinto Lucas Pires, JN

quarta-feira, outubro 21, 2009

A hora da verdade

A partir de amanhã o Benfica inicia um ciclo de jogos que vai colocar à prova o real valor da equipa. Dos cinco confrontos que se avizinham, Everton, Nacional, Sp. Braga, Naval e Sporting, só o jogo com os figueirenses se afigura fácil. No final deste ciclo se verá se o Benfica tem realmente estofo de campeão ou se é apenas uma equipa que consegue umas goleadas frente a adversários de menor expressão.

terça-feira, outubro 20, 2009

Central da Costa Rica diz que vem para o Benfica

Este rapazinho de cor que joga no centro da defesa e esteve recentemente no Campeonato do Mundo de sub-20, confirmou a uma rádio costa-riquenha que logo que acabe o Torneio de Inverno de 2009 ingressará no Benfica.

Sorte madrasta

O Keirrison está com azar. Perdeu uma soberana oportunidade de se mostrar com o Monsanto, por estar lesionado, e por esse motivo vai estar afastado nos próximos jogos. Vida difícil para o brasileiro em quem o Barcelona deposita grandes esperanças. Cá para mim já perdeu o comboio.

segunda-feira, outubro 19, 2009

Ora aqui está uma grande surpresa

Ao que tudo indica, Manuel Fernandes está a caminho do Bonfim para treinar o V. Setúbal. E esta hein?!

Bósnia no caminho de Portugal

Fosse qual fosse a selecção que nos coubesse em sorte estaria ao alcance de Portugal. Sendo a Bósnia, teoricamente, a terceira equipa menos cotada das quatro que havia no sorteio, é caso para dizer que não nos podemos lamentar. Os bósnios têm nos avançados o sector mais forte da equipa com dois jogadores que jogam no Wolfsburgo, o recente campeão alemão. Há apenas que lamentar o facto de o jogo decisivo ser fora de casa e a probabilidade de nessa altura as condições climatéricas na Bósnia poderem não ser as melhores. Por outro lado, é importante que nestes dois jogos possamos estar na máxima força porque isso pode ter uma influência decisiva. Sem jogadores fundamentais obviamente que as hipóteses de sucesso serão menores. Oxalá que até lá não se lesione mais ninguém e que possamos recuperar aqueles que neste momento não estão em condições de actuar.

sábado, outubro 17, 2009

Vitória tranquila

Uma exibição quanto baste foi o suficiente para mais uma goleada. O Monsanto foi um adversário simpático que não se confinou à defesa, que jogou o jogo pelo jogo, e daí a explicação para a derrota pesada que averbou.
Num Benfica que se apresentou sem muitos titulares, pouco há a dizer, a não ser realçar a exibição de Felipe Meneses, que vai dando mostras de poder vir a ser muito útil no decorrer da época, e o primeiro golo de Fábio Coentrão pelo qual ele tanto ansiava. Uma palavra também para a veia goleadora de Carlos Martins, que soma três golos nos dois últimos jogos disputados, o que para um jogador com as suas características é sempre de destacar.
Agora vem aí um jogo de grande responsabilidade para a Liga Europa com os ingleses do Everton. O nosso adversário segue em 1º lugar no grupo e tem de ser derrotado sob pena de comprometermos as nossas aspirações europeias.

sexta-feira, outubro 16, 2009

Até que enfim!

Finalmente, amanhã temos Benfica. Estas paragens são um verdadeiro suplício para quem tem dificuldade em passar um fim-de-semana sem ver o seu Benfica jogar. Embora sendo um jogo com um adversário de menor dimensão, sempre vai dar para atenuar as saudades que temos de ver os nossos rapazes a actuar. Muitos dos que não têm jogado vão ter amanhã uma oportunidade, e oxalá não a desperdiçem, pois seria sinal de que os habituais titulares teriam gente capaz para os substituir sempre que não puderem dar o seu contributo à equipa. Os próximos jogos vão ser complicados e era importante que a grande maioria dos jogadores pudesse estar à altura das exigências.

quarta-feira, outubro 14, 2009

Já estivemos mais longe

Os pupilos de Carlos Queiroz cumpriram a sua obrigação. Agora que venha a Bósnia ou a Eslovénia e desejar que Cristiano Ronaldo recupere a tempo de poder estar presente nesses jogos decisivos. É que sem ele o nosso apuramento para o Mundial é capaz de se tornar complicado.

terça-feira, outubro 13, 2009

Começar pior era difícil

Em apenas dois jogos a selecção de sub-21 conseguiu praticamente desbaratar as suas possibilidades de apuramento para a fase final do Europeu. Oceano não podia ter iniciado da pior forma a sua carreira de treinador.

Dois pesos mortos

Numa equipa que luta para não descer, o Belenenses, o Benfica tem dois jogadores emprestados: Felipe Bastos e Freddy Adu. Quer um quer outro, praticamente não têm sido utilizados. Ora isto é capaz de querer dizer alguma coisa relativamente ao seu valor. Ou será que estou enganado?

domingo, outubro 11, 2009

Preocupante

Ainda vai haver por aí muito boa gente a dizer que Jorge Ribeiro tem lugar como titular, depois dos dois golos marcados no jogo de treino com o Carregado.

Os detractores de Carlos Queiroz vão ter que esperar mais um tempo para lhe fazerem o funeral

Com a vitória de ontem Portugal desbravou caminho para estar presente na África do Sul. O próximo passo é ganhar a Malta e a Ucrânia fazer o mesmo frente à Andorra, para sermos cabeças de série no play-off e assim fugirmos aos adversários teoricamente mais complicados.

sábado, outubro 10, 2009

Já vai sendo tempo de Queiroz ser bafejado pela sorte

A sorte de Portugal joga-se hoje na Dinamarca. Se os suecos levarem de vencida os dinamarqueses adeus Mundial e o Portugal-Hungria servirá apenas para cumprir calendário.

quinta-feira, outubro 08, 2009

Erros pagam-se caro

Balboa e Jorge Ribeiro reintegrados no plantel. E algo me diz que não nos vamos ver livres deles em Janeiro.

quarta-feira, outubro 07, 2009

E vai mais um

Embora ainda não haja confirmação oficial, tudo se conjunga para que Nelo Vingada seja o próximo a engrossar a lista de treinadores demitidos. Há semelhança de outras, esta é uma notícia da qual eu já tinha feito o pré-anúncio. Será que sou bruxo?

Barcelona preocupado

O Barcelona emprestou Keirrison ao Benfica convencido de que o jogador iria ser uma aposta clara de JJ. Enganou-se rotundamente. O brasileiro raramente tem jogado e quando o fez esteve longe de evidenciar as credenciais com que vinha rotulado. Falta-lhe chama, falta-lhe agressividade, falta-lhe poder de choque, em suma, faltam-lhe um conjunto de características essenciais para quem pretende singrar no futebol europeu. Significa isto que, ou o jogador muda radicalmente a sua atitude em campo, ou estaremos perante mais um brasileiro que a curto prazo regressará ao seu país por manifesta incapacidade de adaptação ao futebol que se pratica em solo europeu.

segunda-feira, outubro 05, 2009

Duas caras

Num campo tradicionalmente difícil, agravado pelas péssimas condições atmosféricas, tivemos um Benfica com duas caras. O da primeira parte que foi brilhante e assegurou a vitória, e o da segunda parte que foi sofrível e podia ter posto em causa o trabalho feito nos primeiros 45 minutos. Quer um quer outro, já o temos visto esta temporada. O da primeira parte, é aquele que pratica um futebol de altíssima qualidade que delicia os adeptos e os amantes do bom futebol. O da segunda parte, é aquele que os adeptos não gostam e que nos faz lembrar muitas frustrações acumuladas ao longo das últimas épocas. É esta inconstância que me faz recear que o Benfica acabe por não potenciar a capacidade que existe no plantel, como hoje ficou demonstrada, onde a ausência de três peças fundamentais nem sequer foi notada.

P.S. - Tevez e Zabaleta, convocados para a selecção argentina, jogaram esta noite pelo Manchester City. Ou os ingleses apresentaram alguma compensação financeira que lhes permitiu contar com os jogadores, ou então estamos perante dois pesos e duas medidas. O que a ser verdade devia merecer da parte do Benfica um veemente protesto.

domingo, outubro 04, 2009

Opção com risco

JJ preferiu adiar o jogo com o Paços de Ferreira, mesmo sabendo que poderia ficar sem alguns jogadores por causa das selecções. A explicação prende-se com a possibilidade de os jogadores terem mais um dia de repouso depois do jogo a meio da semana para a Liga Europeia. Oxalá tenha sido um risco calculado que não venha a pôr em causa os objectivos da equipa. Amanhã à noite ficaremos a saber.

Frederico Gil vence Challenger de Nápoles

É tão raro isto acontecer que merece ser destacado. Parabéns Gil.

Adenda - Não contente com o ter ganho em singulares, ganhou também em pares. Melhor do que isto era impossível.

sábado, outubro 03, 2009

Quem substituirá Aimar?

Muito do que o Benfica fará em Paços de Ferreira estará dependente da exibição do construtor de jogo. Daí que a escolha de quem jogará no lugar de Aimar seja uma decisão que tem de ser muito bem ponderada. Carlos Martins, César Peixoto ou Felipe Meneses, um deles será o escolhido. Só espero que JJ acerte na escolha. Eu no lugar dele estaria numa grande indecisão.

sexta-feira, outubro 02, 2009

E vai mais um

Acabou de cair mais um treinador na Liga Sagres. Rogério Gonçalves já não é treinador da Académica. As minhas previsões nesta matéria estão a confirmar-se todinhas. Em jeito de antecipação prevejo que o próximo a ir para casa será Nelo Vingada. Veremos se mais uma vez acerto na mouche.

Oxalá tenha sido apenas um mero acidente de percurso

Jogadores e equipa técnica afinam pelo mesmo discurso: a derrota de ontem não vai deixar marcas no plantel. Eu não estou tão certo disso. Vou esperar para ver o que os próximos jogos nos podem dizer a esse respeito. E a começar já em Paços de Ferreira, onde nos esperam grandes dificuldades, potenciadas pela ausência de jogadores nucleares e pelas más condições climatéricas que se prevêem para a hora do jogo. Nem sequer quero colocar essa possibilidade, mas dois desaires na mesma semana seria um rude golpe na estabilidade psicológica da equipa.

quinta-feira, outubro 01, 2009

Complicámos a qualificação

É assim que queremos voltar a ter expressão na Europa do futebol? Seguramente que não. JJ disse, no flashinterview, que os jogadores não mereciam esta derrota. Eu penso exactamente o contrário e explico porquê. Quem é que andou largos minutos do jogo adormecido? Os jogadores do Benfica. Quem é que entrou de forma sobranceira menosprezando o valor do adversário? Os jogadores do Benfica. Quem é que privilegiou o individual em detrimento do colectivo? Os jogadores do Benfica. Quem falhou claras oportunidades de golo? Os jogadores do Benfica. Quem, através de uma falha de marcação, permitiu que o adversário marcasse um golo? Os jogadores do Benfica. Ora, assim sendo, como é que se pode vir dizer que os jogadores não mereceram a derrota? Porventura, só JJ pensará desta maneira.
Para memória futura é bom não esquecer que, esta época na Europa, jogámos dois jogos fora de portas e somámos outras tantas derrotas. E não se diga que os adversários eram de qualidade superior. Bem antes pelo contrário.

Qualquer momento serve para uma alfinetada ao Benfica

Com a sua habitual ironia, Pinto da Costa agradece aos olheiros do Benfica a contratação de Falcao. Terá sido graças ao seu trabalho e à "A Bola", que noticiou o interesse encarnado no colombiano, que o presidente portista teve conhecimento da existência do jogador. Daí até à sua contratação foi um passo.

quarta-feira, setembro 30, 2009

Não repetir o péssimo jogo do ano passado é o que se pede

Habitualmente, o Benfica não se dá bem com os ares da Grécia. O ano passado, a última vez que lá jogámos, levámos que contar do Olympiacos. Não sendo o AEK um adversário do mesmo nível do Olympiakos ou do Panathinaicos, é ainda assim uma equipa que exige todos os cuidados por muito que os últimos resultados dos gregos possam querer dizer o contrário. Independentemente do grau de dificuldade, o que é importante é que se ganhe o jogo, dado que uma vitória no campo do adversário poderá constituir um passo decisivo no caminho para a segunda fase da competição. Se jogarmos aquilo que sabemos e não nos amedrontarmos com o clima que vamos encontrar, é perfeitamente possível que amanhã estejamos a festejar a conquista de mais uma vitória.

terça-feira, setembro 29, 2009

Ora aqui está uma péssima notícia

A Associação de Futebol Argentina não liberta Aimar e Di María para o jogo de segunda-feira, a contar para a sétima jornada da Liga, sucedendo o mesmo com a congénere uruguaia relativamente a Maxi Pereira.
Num terreno difícil, como é o de Paços de Ferreira, jogar sem titulares deste calibre vai ser uma tarefa bem complicada. É nestes pequenos detalhes que, por vezes, se perdem títulos.

segunda-feira, setembro 28, 2009

Este futebol português não tem emenda

Decorridas apenas seis jornadas e já temos três treinadores demitidos. Depois de Ulisses Morais e Carlos Azenha, chegou a vez de Carlos Carvalhal. E ainda agora a procissão vai no adro. Dêem mais umas jornadas e certamente este grupo será reforçado. Candidatos não faltam.

domingo, setembro 27, 2009

Assim não vale

Começa a ser notório que as equipas que vão à Luz têm apenas uma estratégia: utilizar todo o tipo de expedientes que impeçam que o Benfica jogue. Fazendo faltas umas atrás das outras, jogando com uma agressividade excessiva (coisa que não fazem quando jogam com os nossos rivais) e aproveitando todos os momentos para parar o jogo. Esta é a tal cultura táctica, tantas vezes elogiada, dos treinadores portugueses e que impedem que em cada 45 minutos não haja mais do que 15 minutos efectivamente jogados.
O objectivo desta estratégia é enervar os jogadores do Benfica e os adeptos, e há que dizer que, em muitos momentos do jogo, esse objectivo é conseguido. E foi isso que se verificou ontem na 1ª parte. Os nossos jogadores deixaram-se influenciar por este clima de jogo e isso teve repercussões na qualidade da exibição. Só a partir da expulsão de Pouga é que as coisas melhoraram, e foi já na 2ª parte, com a segunda expulsão do Leixões, que voltámos a exibir-nos dentro daquilo que é habitual.
Uma palavra final para as declarações de José Mota que teve a distinta lata de vir defender critérios disciplinares diferentes para os seus jogadores em virtude da sua inexperiência. Segundo esta peregrina teoria, a amostragem de cartões só se devia iniciar lá para a décima paulada. Inacreditável.

sábado, setembro 26, 2009

Conflito de interesses

Pablo Aimar regressa à selecção argentina depois de vários anos de ausência. Acredito que o argentino esteja felicíssimo e supermotivado por ir vestir de novo a camisola azul-celeste. Já para o Benfica esta convocatória não lhe traz grandes benefícios, antes pelo contrário. Este regresso significa sobrecarga de jogos, viagens longas que dificultam a recuperação, o que para um jogador com as suas limitações físicas pode redundar num claro prejuízo para o clube. Sendo um jogador que merece todo o nosso respeito, não só por aquilo que joga mas sobretudo pela sua dedicação ao clube e pela sua forma de estar, faço votos para que tudo corra pelo melhor por forma a que os interesses do Benfica não sejam postos em causa .

sexta-feira, setembro 25, 2009

Não me parece que esteja a pedir muito

Há uma conjugação de resultados que amanhã me faria muito feliz. A saber: vitória do Benfica (de preferência com uma goleada), empate no clássico e derrota do Braga. Seria um três em um perfeito.

quinta-feira, setembro 24, 2009

Uma dupla de manos no centro da defesa já esteve mais longe

A vinda de André Silva, irmão de Luisão, deve ter sido uma das exigências do brasileiro para renovar o contrato. Depois deste, só falta chegar o outro mano, o Alex Silva, para que o ramalhete fique completo. Segundo o relato deste último, o mano júnior esteve praticamente com os dois pés no F.C. Porto, mas uma derradeira reunião familiar decidiu colocá-lo na rota certa. Enfim, tudo está bem quando acaba bem.

quarta-feira, setembro 23, 2009

Javi Garcia fora de combate

A provável ausência de Javi Garcia no próximo sábado, vai-nos permitir perceber o que vale este Benfica sem o espanhol em campo. Dadas as suas características, parece evidente que a equipa ficará mais fraca. O que falta saber é se ficará bem mais fraca ou apenas um bocadinho mais fraca. Outra questão que se coloca é quem o deverá render. À partida haverá duas possibilidades: Ruben Amorim ou David Luiz. Eu optaria pelo brasileiro. Não só porque é mais forte nas tarefas defensivas mas também porque ganhamos altura, aspecto sempre importante nos lances de bola parada. Ao lado de Luisão jogaria Sidney que nos jogos em que tem participado não tem comprometido.

terça-feira, setembro 22, 2009

Javi Garcia tem apenas três amarelos

Alguns jornais desportivos andam por aí a escrever que Javi Garcia contabiliza quatro cartões amarelos. É mentira. O espanhol tem, até ao momento, três amarelos somados, referentes aos jogos com o V. Guimarães, Belenenses e U. Leiria. Os menos crédulos, vão ao site da Liga e confirmem.

domingo, setembro 20, 2009

Análise individual

Quim - Apesar do pouco trabalho que teve, continua a não inspirar confiança. Demora a sair dos postes quando as situações o exigem e nas saídas aos cruzamentos é aquilo que se sabe;

Maxi Pereira - Raramente subiu mas a defender esteve ao seu nível;

Luisão - Seguro;

David Luiz - A sua exibição ficou manchada com o auto-golo;

Shaffer - A habitual insegurança;

Javi Garcia - O melhor elogio que se lhe pode fazer, é termos a certeza que sem ele o Benfica será mais fraco;

Aimar - O melhor do Benfica;

Di Maria - Aqui e ali bons apontamentos, contudo salpicados por momentos menos bons;

Ramires - Talvez a pior exibição desde que está no Benfica;

Keirrison - JJ tem-lhe dado várias oportunidades. Ainda não aproveitou nenhuma;

Saviola - Valeu o golo. Também ele aquém do que já o vimos fazer noutros jogos;

Cardozo - Com a sua entrada passámos a ter uma referência na área e a hipótese de ganharmos segundas bolas. A conversão da penalidade foi de aflição;

Nuno Gomes - Bem melhor que Keirrison;

Ruben Amorim - Ajudou nos últimos minutos.

Quebrámos a malapata

Finalmente conseguimos aproveitar um deslize do F.C. Porto. Já não era sem tempo. Hoje não foi aquele Benfica imparável que tem passeado classe pelos campos nacionais. Não quer dizer que não tenha havido qualidade, mas houve sobretudo garra e uma grande vontade de ganhar. E isto já não é pouco se tivermos em conta que o Benfica das últimas épocas nem isso tinha.
Depois de entrarmos a ganhar, logo no início do jogo, não era crível que viessemos a ter tantas dificuldades em ultrapassar a defesa leiriense que, diga-se em abono da verdade, esteve praticamente intransponível. Não fora o penalty e, muito provavelmente, não teríamos trazido uma vitória de Leiria. Para o caso pouco importa. O que interessa é que conseguimos ganhar e, mais importante do que isso, temos o F.C. Porto há distância de três pontos na tabela classificativa. Agora há que tentar manter esta distãncia e se possível aumentá-la, pois é bom não esquecer que na próxima jornada temos um F.C. Porto - Sporting onde tudo pode acontecer, até mesmo uma vitória dos leões.

Só os três pontos interessam

Hoje em Leiria não há lugar a desculpas. A derrota do F.C. Porto, ontem em Braga, terá de constituir um factor acrescido de motivação, pois não aproveitar esse deslize seria um sinal de fraqueza da nossa parte. A receita é simples: assalto à baliza leiriense, logo desde o início do desafio, para resolvermos o jogo cedo e não darmos azo aquelas situações indesejáveis (vulgo manipulações arbitrais) em que o futebol português é fértil. E já agora, todos os benfiquistas de Leiria ou os que vivam por lá perto, façam o favor de ir ao estádio, porque, nestas alturas, qualquer ajudinha extra é sempre bem-vinda.

sábado, setembro 19, 2009

F.C. Porto estatela-se em Braga

Quem é que iria acreditar que o Sp. Braga à 5ª jornada seria o líder do campeonato? Mais: quem é que iria acreditar que o Sp. Braga à 5ª jornada seria o líder invicto? Mais ainda: quem é que iria acreditar que o Sp. Braga à 5ª jornada lideraria invicto o campeonato, depois de defrontar o Sporting e o F.C. Porto? Imagino que não haveria ninguém a prognosticar uma coisa destas. O que é certo é que o Sp. Braga, contra todas as previsões, ocupa o lugar cimeiro da Liga portuguesa e consegue um feito inédito na história do clube que merece ser realçado.

sexta-feira, setembro 18, 2009

Impor respeito nos adversários, é meio caminho andado para as vitórias

Nas conferências de imprensa que antecedem os confrontos connosco, os nossos adversários enchem-nos de salamaleques, coisa impensável até há uns meses atrás. Que estamos imparáveis, que somos temíveis, que ninguém nos detém, enfim, toda uma panóplia de elogios que nos alimentam o ego e nos fazem acreditar que esta época é que é. Sabendo-se o papel determinante que a parte psicológica pode ter no desempenho dos jogadores, é fundamental que, domingo em Leiria, voltemos a fazer uma exibição deslumbrante e com golos em fartura, para que os próximos adversários entrem em campo a sentir o peso das nossas camisolas. O F.C. Porto tem-se aproveitado desta situação ao longo dos anos. É chegada a altura de nós também aproveitarmos.

quinta-feira, setembro 17, 2009

Análise individual

Júlio César - Pouco trabalho, mas sempre seguro. Aquela defesa, a impedir que a bola entrasse no cantinho, não estaria ao alcance nem de Quim nem de Moreira;

Máxi Pereira - Exibição de luxo. Nem parecia que esteve afastado do relvado durante um mês;

Luisão - Intransponível;

David Luiz - Soberbo;

César Peixoto - Não ataca muito mas é seguro a defender;

Ramires - Tem pilhas que nunca mais acabam. Raramente falha um passe, sabe driblar e recupera inúmeras bolas. O que é que se pode pedir mais?;

Javi Garcia - Não se dá por ele mas ele está lá. Está e cumpre. Não é brilhante mas é de grande eficiência;

Felipe Meneses - Deu-nos motivos para acreditar que temos ali um diamante por lapidar;

Di Maria - Teve uma noite de fogachos a fazer-nos lembrar o Di Maria da época passada;

Cardozo - Dentro do estilo habitual. Lento, trapalhão, mas voltou a fazer o que lhe compete: colocar a bola na baliza do adversário;

Nuno Gomes - Há quanto tempo não o víamos a jogar assim. Até me fez lembrar o Nuno de outros tempos;

Fábio Coentrão - O puto joga sobre brasas e isso retira-lhe discernimento. Está a precisar de um golito para acalmar;

Saviola - A sua entrada coincidiu com o pior período da equipa e isso reflectiu-se na sua exibição;

Rúben Amorim - Cumpriu.

Cumprimos o objectivo

Entrámos a ganhar e isso é sempre importante quando se inicia uma competição destas. Este BATE, tal como eu havia referido, mostrou que sabe jogar futebol e os próximos jogos vão confirmar isso mesmo, especialmente quando os bielorussos actuarem em sua casa.
Desta vez, exibimo-nos uns furos abaixo daquilo que vínhamos fazendo, mas ainda assim estivemos a um nível bastante aceitável, particularmente na primeira parte. Na segunda parte não estivemos tão esclarecidos o que é perfeitamente compreensível, tendo em conta que houve alterações na equipa que lhe retiraram o fulgor e o discernimento habituais.
Este jogo teve ainda o aliciante de vermos caras novas em acção e aquilo que se pode dizer é que elas estiveram à altura das exigências. Quer Júlio César, quer Felipe Meneses, deram excelentes indicações e mostraram a JJ que podem ser boas alternativas sempre que o treinador decidir colocá-los em campo. Aliás, na minha opinião, Júlio César tem condições mais do que suficientes para ser o guarda-redes titular. E vai sê-lo. É só uma questão de tempo.

quarta-feira, setembro 16, 2009

Oxalá não se venha a arrepender

Das duas uma: ou JJ tem uma confiança ilimitada no plantel que tem à sua disposição, ou então está a desvalorizar o valor dos bielorussos. No meu entendimento, deixar Aimar de fora, num jogo de capital importância para as nossas aspirações na Liga Europeia, é arriscar em demasia sem que a meu ver haja necessidade disso. Ainda agora a época começou e já colocamos um jogador em poupança de esforço? Não seria mais lógico e prudente aproveitarmos alguns jogos da liga portuguesa para fazer descansar o argentino? Uma coisa é certa: se na quinta-feira tivermos o azar de as coisas não nos correrem de feição, haverá muito boa gente que não lhe perdoará a brincadeira. Eu serei um deles.

Quem pensava que eles estavam mais fracos bem pode tirar o cavalinho da chuva

Apesar de ter perdido três das principais referências da equipa, o F.C. Porto continua muito forte como pudemos ver no jogo de ontem com o Chelsea. Tendo como opositor uma das melhores equipas da Europa, os portistas apresentaram-se muito personalizados e com um nível futebolístico e uma atitude competitiva de assinalar. Que o meu Benfica vai ter neste F.C. Porto um osso bem duro de roer, sobre isso não haja a menor dúvida.

terça-feira, setembro 15, 2009

Lembrem-se do Metalist

Tendo em conta o que se tem verificado nos últimos jogos, é bem capaz de haver por aí muitos benfiquistas a pensar que o jogo de quinta-feira são favas contadas e que será servida mais uma goleada. É bom que não alinhemos em facilidades, pois estes rapazes do BATE deram, na época passada, muito boa conta de si na fase de grupos da Liga dos Campeões, ao empatarem um dos jogos com o Zenit e os dois confrontos com a Juventus. Quem alcança resultados destes não pode ser considerado um adversário fácil, mas antes uma equipa que, por certo, virá à Luz apostada em vender cara a derrota. Muita cautela é o que se pede aos nossos jogadores, até porque já tivemos experiências negativas com adversários da mesma igualha. Os ucranianos do Metalist foram os últimos a estragar-nos a festa.

segunda-feira, setembro 14, 2009

Começam cedo as demissões

Volvidas que estão quatro jornada da Liga Sagres já houve um treinador demitido, Ulisses Morais, e outro que está em vias disso, Carlos Azenha. Ainda alguém se lembra que este seria o técnico do Benfica, caso Bruno Carvalho tivesse ganho as eleições? Uff!! Do que nos livrámos!

domingo, setembro 13, 2009

Análise individual

Quim - No pouco trabalho a que foi sujeito esteve bem;
Ruben Amorim - Terá sido o seu melhor jogo a lateral. Provavelmente ainda não será na próxima jornada que Maxi retoma a titularidade;
Luisão - Imperial;
David Luiz - Boa exibição mas tem de se deixar de invenções que, por vezes, colocam a equipa em cheque;
César Peixoto - Surpreendeu-me positivamente jogando bem melhor do que tem feito Schaffer;
Ramires - A cada jogo que passa está melhor. Impressionante a sua capacidade física. Um dos melhores em Belém;
Aimar - Para mim o melhor em campo. Dos seus pés exala perfume;
Javi Garcia - A sua cultura táctica impressiona, mas não se pense que se limita aos aspectos defensivos. Sabe sair a jogar e tem revelado grande capacidade nos lances de bola parada.
Di Maria - Pareceu afectado pelo toque que sofreu logo no início do jogo. Não esteve mal mas já teve melhores dias;
Cardozo - Marcou o golito da ordem mas foi um entrave as acções ofensivas da equipa, tantas foram as bolas que perdeu;
Saviola - Marcou um golo à Maradona. A seguir a Aimar foi a exibição mais conseguida;
Keirrison - Melhor que em Guimarães mas ainda um pouco preso e com pouca chama;
Fábio Coentrão - Está confiante. Falta-lhe um golito para explodir;
Maxi Pereira - Saúda-se o seu regresso. Agora só precisa de jogos para readquirir a confiança que revelava antes da lesão.

Mais uma goleada

Nós benfiquistas, não estamos habituados a vitórias com esta expressividade e eloquência. Vencer o Belenenses em sua casa já não acontecia há três anos, logo temos que ficar satisfeitos, e mais ainda quando essa vitória é alicerçada com quatro golos sem resposta. Todos sabemos que isto não vai ser sempre assim e há que estarmos conscientes disso mesmo. O que é importante realçar neste momento, é o bom futebol que a equipa tem praticado e a sua capacidade goleadora. A equipa está bem, está confiante, mas ainda há passos a dar para que ela se torne mais forte. A título de exemplo, parece-me que temos que melhorar no último passe (hoje essa foi uma pecha da equipa) e no capítulo da finalização onde, em algumas ocasiões, temos denotado uma certa displicência que em confrontos mais exigentes nos podem sair bem caros.

sábado, setembro 12, 2009

O futsal do Benfica entra com o pé direito no campeonato

Ganhar a um dos principais candidatos é sempre importante e moralizador. O resultado peca por escasso, pois não fora os 5x4 e a vitória teria sido mais ampla. Para quando acabar com uma lei estúpida que só favorece aqueles que pouco jogam?

sexta-feira, setembro 11, 2009

Quem vive do passado são os museus

Aqui no tasco, e não só, verifica-se uma acesa discussão a propósito do estudo publicado pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) que coloca o Benfica na 9ª posição entre os clubes mais representativos do século passado. Confesso que este e outros estudos que habitualmente se fazem e que pretendem categorizar os clubes quanto à sua grandeza, a mim pouco me dizem. Ainda por cima este estudo refere-se ao século passado e o passado em matéria futebolística é coisa que me passa ao lado. Um clube que vive do passado e descura o presente e o futuro será sempre um clube adiado. Aquilo que me interessa são as vitórias do presente e aquelas que poderemos alcançar no futuro, até porque, nos últimos anos, nós benfiquistas, não temos motivos para estarmos orgulhosos do nosso clube.