domingo, janeiro 15, 2006

Benfica vence Académica

Vitória num jogo em que o resultado não traduz o que se passou em campo, já que foram muitas as dificuldades sentidas pelo Benfica. Nem foi tanto a Académica a criar problemas aos encarnados, mas antes os jogadores do Benfica que resolveram meter folga na partida de hoje. Então a 1ª parte foi verdadeiramente escandalosa em termos de entrega ao jogo: os encarnados não correram, não se aplicaram, limitaram-se a deixar passar o tempo numa atitude pouco profissional. Valeu que do outro lado estava uma Académica muito fraca que poucos engulhos criou ao adversário, mostrando o porquê de se encontrar abaixo da linha de água. Muito quezilentos, quiseram fazer crer, como bem expressou o seu presidente no final da partida, que só não saíram da Luz com um resultado positivo, porque a equipa de arbitragem assim não o quis. Que desculpa mais esfarrapada: o lance que dá origem ao 1º golo do Benfica é merecedor de grande-penalidade; o pretenso penalty de Luisão não existe ( o jogador já tem o braço levantado e não o mexe, quando a bola rematada à queima roupa lhe toca na mão); ninguém consegue ver se a bola sai ou não, quando Nuno Gomes passa a bola para trás no lance que dá o golo a Luisão. Curiosamente esta gente só se queixa nos jogos em que enfrentam o Benfica. Quando isto acontece com o F.C. Porto, metem o rabinho entre as pernas e nada dizem. Uma vergonha.
O jogo de hoje serviu ainda para demonstrar que Laurent Robert não tem lugar neste Benfica: lento, apático, técnicamente limitado (só tem pé esquerdo), tem apenas como aspecto positivo os lances de bola parada. Outro jogador que tarda em aparecer é Miccoli: é chegada a hora de o deixar no banco e dar o lugar a Geovanni. Os jogos que aí vêm são demasiado importantes para se continuar a apostar nestes jogadores. Uma estadia no banco só lhes fará bem. Pode ser que arrebitem. Já Moretti tem confirmado as expectativas: transmite uma segurança que Quim e Moreira nunca foram capazes de dar.
A derrota do F.C. Porto frente ao Estrela da Amadora abre-nos excelentes expectativas que o Benfica tem de saber aproveitar, sem, contudo, embandeirar em arco, uma vez que há muito campeonato pela frente e cada jogo tem de ser encarado como uma final, em que não é permitido perderem-se pontos. São só três, os pontos que nos separam dos azuis-e-brancos, o que ainda assim constitui uma vantagem para os nossos rivais.

4 comentários:

Pedro disse...

A primeira parte foi muito má mas na seguinda arregaçamos as mangas e fizemos mais q suficiente para marcar dos ou mais golos.

Se o Luisão tem os braços levantados então é penalty sem a menor duvida.

Anónimo disse...

Very nice site! Florida car insurance quotes

Anónimo disse...

best regards, nice info »

Anónimo disse...

Keep up the good work Blue sky swimsuits buick open golf tournament neil norton pontiac La surveillance des volcans Paris hilton s blackberry Skin cancer articles 401k solo pioneer