domingo, abril 19, 2015

Bloqueamento mental injustificado

Já se tornou habitual o Benfica fazer más exibições fora de casa e não se percebe porquê. Ontem em Belém não foi exceção. Não se trata com certeza de uma questão técnica ou tática mas antes um problema de ordem mental que a equipa incompreensivelmente não consegue superar. Ainda se enfrentássemos adversários de reconhecido valor podia-se compreender mas todos sabemos que não é assim. Os adversários são bastante mais fracos do que nós pelo que custa a entender este bloqueamento.
Domingo teremos porventura o jogo do título. Aí não pode haver lugar a tremideiras. Jogamos em casa, temos o apoio do nosso público e uma vantagem pontual que nos deve dar alguma tranquilidade. Em condições normais é o nosso adversário que deverá ter maiores índices de ansiedade, dado que só uma vitória o manterá na rota do título. A eventual lesão de Salvio é preocupante porque se trata de um elemento imprescindível na manobra ofensiva da equipa e não temos no plantel quem o possa render com a mesma qualidade. Esperemos que o argentino possa recuperar e assim poder dar o seu contributo à equipa que bem precisa dele.

1 comentário:

Paulo Geraldo disse...

Infelizmente o Benfica não joga sozinho, além de que as equipas que jogam no seu estádio, jogam com garra, enquanto com os corruptos é mais um treino. Uma equipa só joga o que a outra deixa. Na Luz só joga uma equipa. Fora não é assim. A juntar à condição de certos relvados.