quarta-feira, dezembro 30, 2015

Apostas falhadas obrigam a empréstimos

Para o Benfica o mercado de inverno não vai apenas servir para contratar, mas para engrossar o número de emprestados que temos por esse mundo fora. Nada contra os empréstimos, até porque há que dar competição a jogadores que praticamente não têm jogado e outros que embora jogando não têm correspondido às expectativas. O problema é quando estes empréstimos se prolongam sucessivamente até ao final dos contratos. O ideal seria vender para recuperar algum do dinheiro investido, mas raramente isso tem acontecido. E quando acontece ficamos quase sempre a perder. Significa isto que temos que ter mais cuidado quando adquirimos jogadores. Mais qualidade e menos quantidade era o que se exigia. Infelizmente não tem sido essa a postura de quem dirige o clube.

1 comentário:

redthunder Manuel disse...

MANUEL

O jogador ao ser emprestado faz com que entre no Clube emprestador o valor da aquisição. Além disso o jogador pode evoluir e voltar renovando o contrato e passando a participar do plantel principal, valorizando novo contrato. Tb pode redundar num valor para fazer baixar o preço de aquisição de outro atleta.Que se saiba os Clubes negoceiam jogadores e não batatas.
Dai que seja útil ter jogadores sob contrato mesmo que emprestados para que possam render em termos financeiros