quinta-feira, junho 04, 2015

A ida de Jorge Jesus para o Sporting

As palavras de Jorge Gabriel, diretor de comunicação do Benfica, são esclarecedoras: a estrutura encarnada foi apanhada completamente de surpresa com a ida de Jorge Jesus para o Sporting. Bruno de Carvalho largou uma bomba na Luz que deixou a nação benfiquista em estado de choque. Há que reconhecer que foi uma jogada de mestre.
Agora há que não carpir mágoas e preparar o futuro com serenidade e sapiência. A confirmar-se a vinda de Rui Vitória não é uma opção que me agrade. Marco Silva, ou até mesmo Vitor Pereira, seriam alternativas melhores tendo em conta que Leonardo Jardim, o treinador ideal, é uma carta impossível por esta altura. Uma coisa é certa: mais importante que o treinador são os jogadores que vão constituir o plantel. As recentes contratações não auguram nada de bom pois não é com jogadores de 2º plano e miúdos da formação que se ganham campeonatos.

1 comentário:

Paulo Geraldo disse...

A partir do momento em que o Vieira quer reduzir o salário a quem bicampeão, está a empurrar o JJ para fora do Benfica. Toda a direcção queria a renovação do Jesus, o Jesus ao que parece, estava disposto a apostar na formação, e a ganhar o mesmo. Quem fica ganhar com isto é o porto. O Benfica muito provavelmente vai voltar a tempos não muito distantes. A continuidade de JJ seria importante para a conquista do trcampeonato, e para acabar com a hegemonia do Porto. Este é um filme igual ao de 1994. Não é com formação que vamos ser campeões. Quem pensa isso, vive no mundo da fantasia. O Manuel José, e o Manuel Fernandes, já o disseram, e este último queria o Jesus em alvalade. Infelizmente há benfiquistas contentes, aqueles que sempre quiseram o Jesus fora do Benfica. Só espero que depois não chorem.
É estranho o Vieira jogar na roleta russa, quando vai a eleições para o ano... Até parece que andou a ler um determinado fórum, e determinados blogues.