quinta-feira, setembro 29, 2016

Erros inadmissíveis conduziram-nos à derrota

Depois de uma 1ª parte em que jogámos taco a taco com o nosso adversário e em que tivemos as melhores ocasiões de golo, nada fazia prever a derrocada que veio a acontecer naquele período de 15 minutos na 2ª parte. Todos os golos do Nápoles surgiram de erros defensivos inadmissíveis que numa competição destas habitualmente se pagam muito caro. A certa altura da 2ª parte pairou o fantasma de Vigo. Felizmente conseguimos atenuar o desaire que poderia ter consequências bem negativas na parte psicológica dos jogadores. A qualificação ficou mais complicada mas nada está perdido. Para isso precisamos de pontuar na Ucrânia, de preferência trazendo de lá uma vitória. Não vai ser fácil, mas não é impossível.

domingo, setembro 25, 2016

Estamos menos competitivos nas modalidades.

Pelo que se tem visto vamos ter ano difícil nas modalidades. Não sei se fomos nós que desinvestimos ou se foram os outros que aumentaram o seu investimento. O que é certo é que aparentemente estamos mais fracos que os nossos rivais. No futsal e no andebol parece não haver dúvidas que o Sporting é o principal candidato. No basquetebol e no hóquei a luta vai ser entre nós e o FC Porto com alguma vantagem para os azuis-e-brancos. No voleibol ainda não temos dados suficientes que nos permitam dizer quem é favorito à conquista do campeonato. Ou seja, se na época passada no que toca a conquista de campeonatos nos ficámos pelo hóquei, esta época arriscamo-nos a não ganhar nada. A ver vamos.

sábado, setembro 24, 2016

Eficácia nas bolas paradas

Mesmo sem nota artística, averbámos mais 3 pontos no bornal da classificação. Com esta vitória mantivemos a liderança no campeonato que é o que a nação benfiquista mais quer.
O jogo não foi fácil, longe disso. Os flavienses apresentaram-se em campo com a lição bem estudada e criaram-nos inúmeros problemas, principalmente na 1ª parte. Na 2ª parte assumimos o controlo da partida mas ainda assim sem criar oportunidades de golo. Valeu a eficácia nos lances de bola parada, caso contrário estaríamos agora a chorar a perda de pelo menos 2 pontos.

terça-feira, setembro 20, 2016

O 1º lugar é nosso

O percalço do Sporting e a vitória de ontem perante Sp. Braga coloca-nos no topo da classificação. Oxalá consigamos manter este lugar, de preferência atá ao final do campeonato.

terça-feira, setembro 13, 2016

Equipa técnica asneirou

Desta vez, a equipa técnica é a responsável por termos deixado fugir a vitória praticamente no final da partida. Não sei se Fejsa estava com queixas, mas mesmo que estivesse aguentava mais 5 minutos. A sua substituição por Celis foi uma asneira colossal. O sérvio estava a ser o nosso melhor jogador em campo, era o tampão do meio-campo, é um dos mais altos da equipa o que naquela altura do jogo fazia muito jeito já que os turcos estavam a fazer chuveirinho, mas incompreensivelmente Arnaldo Teixeira resolve substituí-lo. Ainda por cima entrando Celis um jogador muito fraquinho, que não tem lugar na maioria das equipas em Portugal, pelo que a sua contratação não se compreende. Foi um empate com sabor a derrota e que deverá ter consequências no apuramento da equipa para a fase seguinte.

segunda-feira, setembro 12, 2016

O Benfica mais parece um estaleiro

Vejamos  uma lista, elaborada pelo jornal A Bola, dos jogadores que estão e estiveram lesionados desde o início da pré-temporada do Benfica.
  • Júlio César – Entorse no joelho direito com estiramento do ligamento lateral interno – Recuperado
  • Ederson – Rotura do menisco interno do joelho direito – Recuperado
  • Marçal – Estiramento na face posterior da perna direito – (Guigamp)
  • Jardel – Problema muscular na perna direita – Recuperado
  • Zivkovic – Traumatismo na perna direita – Recuperado
  • Fejsa – Traumatismo no joelho esquerdo – Recuperado
  • Salvio – Traumatismo no tornozelo esquerdo – Recuperado
  • André Almeida – Fratura dos ossos do nariz e da parede interna da órbita direta – Recuperado
  • Rui Fonte – Traumatismo no joelho direito – (Sp. Braga)
  • Mitroglou – Traumatismo facial – Recuperado
  • Jonas – Fratura no tornozelo direito – Recuperado
  • Luisão – Estiramento muscular na face posterior da coxa direita – Recuperado
  • Júlio César (2.ªlesão) – Mialgia de esforço no adutor esquerdo – Recuperado
  • Raúl Jiménez – Entorse do joelho esquerdo com lesão do ligamento lateral interno – Paragem 2 a 3 semanas
  • Danilo – Traumatismo da face posterior da perna direita – Indisponível
  • Jonas (2.ª lesão) – Drenagem de volumoso hematoma pós traumatismo do pé direito – Indisponível
  • Mitroglou (2.ª lesão) – Estiramento miotendinoso na face posterior da coxa esquerda – Em dúvida
  • Jovic – Ferida contusa do primeiro dedo do pé esquerdo – Indisponível
  • Rafa – Lesão na coxa direita – Indisponível
Não há clube, por melhor que seja, que resista a uma onda de lesões destas.


sexta-feira, setembro 09, 2016

Devíamos ter goleado

Demasiado perdulários. Pelo jogo que fizemos, mormente na 1ª parte, merecíamos ter acabado este jogo com uma goleada. Entrámos com grande atitude, fazendo uma pressão alta e recuperando dessa forma muitas bolas que nos permitiam ataques com muito perigo. A constante movimentação dos nossos jogadores mais adiantado baralhou completamente as marcações do nosso adversário. Infelizmente não soubemos aproveitar a quantidade de oportunidades de golo que usufruímos, sendo que algumas delas o mais difícil era não concretizar.
Rafa exibiu-se em bom plano pecando apenas na finalização. Pena a lesão muscular que o deve afastar dos relvados durante algum tempo. É só mais uma lesão a somar a tantas outras que têm sucedido esta época com os nossos jogadores. Até já perdi a conta ao número de lesionados.